Todas as Flores: Cinco fatos que você precisa saber sobre a nova novela de João Emanuel Carneiro

João Emanuel Carneiro é o autor de Todas as Flores (Foto: Reprodução)

Pela primeira vez, a Globo fará duas estreias de novelas ao mesmo tempo. A partir do mês de outubro, enquanto na TV terá Travessia de Gloria Perez, no streaming terá João Emanuel Carneiro com Todas as Flores.

Veja também – Conheça a história, o elenco e as principais curiosidades de Todas as Flores

Autor de sucessos como Da Cor do Pecado (2004), Cobras & Lagartos (2006), A Favorita (2008) e Avenida Brasil (2012), caberá a ele fazer parte desta investida agressiva da Globo para fisgar o público que vem abandonando a TV e indo para as plataformas de vídeo.

A estratégia global começou com Walcyr Carrasco e a segunda temporada de Verdades Secretas. Agora, a ideia é que Todas as Flores tenha uma pegada de novela das nove. A estreia acontecerá na TV apenas em 2023.

Com isto, conheça cinco fatos sobre esta novela que promete grandes emoções:

Título trocado

João Emanuel Carneiro queria que a novela se chamasse Olho por Olho. No entanto, imediatamente, recordamos um outro título praticamente homônimo: Olho no Olho, de Antônio Calmon exibida em 1993 na faixa das sete.

Olho no Olho foi uma novela da Globo nos anos 90 (Foto: Divulgação)

Em um anúncio feito no final de maio, a Globo decidiu que a trama passaria a se chamar Todas as Flores. O motivo da troca não foi explicitado, mas claramente tem relação com a familiaridade à novela de Antônio Calmon exibida nos anos 90.

Possível rebaixamento

Existem alguns entendimentos sobre a razão de Todas as Flores ter se tornado uma novela de streaming. Há quem diga que trata-se de uma promoção, pois a Globo deu a oportunidade da produção ganhar destaque em um segmento que está em ascensão.

Veja também – Douglas Silva é escalado para viver tarado em novela de João Emanuel Carneiro

Porém, ao mesmo tempo tem quem considere um rebaixamento, pois não se compara a notoriedade de uma novela exibida na TV com uma novela dos streamings. Também, pesa-se em favor desse argumento a redução para 85 capítulos, duração semelhante às novelas que fracassam na TV.

Vilã loura

Cumprindo a tradição, João Emanuel Carneiro pediu que mais uma novela sua tivesse uma atriz loura. Será o caso de Regina Casé, que interpretará a personagem Zoé. Deste modo, a atriz se junta a outras vilãs louras do universo de JEC: Bárbara (Da Cor do Pecado), Flora (A Favorita), Leona (Cobras e Lagartos) e Carminha (Avenida Brasil).

Zoé terá ONG de faxada em Todas as Flores (Foto: Reprodução)
Zoé será mais uma vilã loura do universo de João Emanuel Carneiro (Foto: Reprodução)

Elenco formado por sambistas

Além de nomes como Sophie Charlotte, Regina Casé, Suzy Rêgo, Cássio Gabus Mendes, Letícia Colin, Humberto Carrão, Fábio Assunção e Caio Castro, o elenco de Todas as Flores chama atenção pela forte presença de sambistas.

É o caso de Mumuzinho e Xande de Pilares. Neste último caso, o cantor interpretará o Darci e fará sua estreia na atuação. Vale lembrar que Xande ficou conhecido principalmente após longa jornada no Grupo Revelação.

Veja também – Em Todas as Flores, Zoé terá ONG de faxada para transformar pessoas em escravos

Estreia por partes

Em meio a pressa que a era de streamings tem causado, uma estratégia que vem se tornando cada vez mais comum são as estreias por parte. Isto provoca uma noção de aquecimento maior, além de contribuir com a repercussão da novela.

Assim, a estreia de Todas as Flores acontecerá em 17 de outubro, mas apenas em uma parte que estreará paulatinamente até 16 de dezembro. A segunda e última parte chega no segundo trimestre de 2023. Assim, quando a novela estrear na TV ocupando a faixa das 23h, será lançada na íntegra e sem pausa em sua exibição.

João Emanuel Carneiro posa ao lado das protagonistas de Todas as Flores (Foto: Divulgação)

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.