Resumo Nazaré: último capítulo (14/01/2022)

Capa do resumo da novela Nazaré
Nazaré vai ao ar de segunda a sexta, na faixa das 20h25, na Band

Leia agora o resumo da novela Nazaré (de 14/01 a 14/01/2022) e fique por dentro dos próximos capítulos da novela da Band, substituta de Floribella. Escrita por Sandra Santos, Nazaré é uma telenovela portuguesa e foi exibida originalmente pela SIC de 9 de setembro de 2019 a 8 de janeiro de 2021. A superprodução portuguesa é protagonizada por Carolina Loureiro, Afonso Pimentel e José Mata.

RESUMO DA NOVELA NAZARÉ

RESUMO NAZARÉ – capítulo 170, segunda, 10 de janeiro

Na casa dos Silva, Toni lê a SMS de Bárbara quando Glória chega, junto dele e de Matias, para tomar o pequeno-almoço e falar com os dois. Os irmãos gozam com a situação de Ismael e Glória fica derrotada e chorosa. No Hotel, Laura dá uma cópia dos bilhetes anónimos a Nazaré e Bernardo e implora-lhes que não estraguem a investigação policial em curso. Bernardo apressa-se a analisar os bilhetes. Toni, chega ao Hotel, com uma série de cartazes para afixar com a fotografia de Ismael e a frase “Traidor. Perigo. Não se aproximem”. Toni estranha ver Nazaré, mas regista que ela está com Bernardo e que o jovem diz, no meio da conversa, que Duarte só está com Bárbara por causa do filho. Matias vai ter com Sofia a casa e desabafa com ela sobre a situação de Glória e Ismael. Sofia acha que tanto Matias como Toni estão a ser preconceituosos e que Glória tem todo o direito a ser feliz. Carol está com raiva de Matias, mas tenta disfarçar. Ismael vai ter com Glória a casa e diz-lhe que não vai desistir dela e que vai perceber o que é necessário fazer para que os filhos o aceitem. Glória manda-o embora mas Ismael, persistente, deixa-lhe mais uma carta. Toni vai ter com Bárbara à Atlântida e diz-lhe que aceita a sua proposta e a vai ajudar a engravidar mas, em troca, quer que o pagamento seja generoso. Em casa dos Soares, Érica ajuda Luís a subir para a prancha e a tentar equilibrar-se quando são surpreendidos por Verónica que ameaça Érica e lhe diz que, caso não deixe de ver Luís, lhe tira a filha. Érica fica cheia de raiva da mãe mas, por outro lado, teme as consequências.

Em casa dos Carvalho, Heitor toca à campainha e Carol deixa-o entrar. Heitor pergunta à filha o que se passa e esta conta-lhe da relação de Sofia com Matias e diz que se quer ir embora para longe com ele. Heitor tenta controlar a raiva que sente e avisa Carol que não se podem ir embora só os dois, que quando forem vão todos e que para isso precisa da sua ajuda. Duarte liga a Nazaré. Com sinceridade, agradece-lhe todo o esforço e apoio que lhe tem dado e tudo o que está a fazer por ele. Nazaré conta a Duarte que já lhe tinha ligado, mas que foi Bárbara quem atendeu. Duarte regista a informação, revoltado. Nazaré diz-lhe ainda que sabe que ele é inocente e que o seu objetivo é conseguir provar isso e que, a partir desse momento, sai da vida dele e o deixa em paz. No Restaurante, o ambiente está tenso entre Glória e Toni. Ismael chega, e decidido a lutar por Glória, diz que como prova do seu amor se deu como culpado do tráfico de meixão. Na cozinha do Hotel, Sofia e Laura desabafam uma com a outra. Nuno aparece e estranha a presença de Sofia pois achava que esta estava com Matias. Sofia fica confusa e Nuno explica que Matias recebeu uma SMS de Sofia e saiu para ir ter com ela. Sofia, em pânico, sai a correr em direção a casa com Nuno atrás dela.

Heitor está de arma apontada a Matias. Ele fica com medo, mas mantém a sua postura e diz que só se vai afastar de Sofia se Heitor o matar. Heitor olha-o num tom ameaçador e avisa que, caso não se afaste de Sofia, será ela a morrer. Matias enfrenta Heitor e diz que não pode obrigar Sofia a ficar com ele. Heitor, em tom de ameaça, volta a avisar Matias que, ou deixa Sofia, ou ela morre. Nazaré e Bernardo analisam os bilhetes e a falha de impressão e chegam à conclusão que, se conseguirem descobrir a quem pertence a impressora, descobrem o assassino de Félix. A tensão é cada vez maior. Já sem a presença de Heitor, Matias conta a Sofia e a Nuno do “seu encontro” e diz que Heitor o ameaçou que matava Sofia caso ele não se afastasse dela. Sofia não percebe como é que isto aconteceu, mas Carol admite que foi ela que avisou o pai e que quer Matias fora da vida delas. Bárbara chega a casa e Duarte confronta-a com o telefonema de Nazaré e avisa a mulher que não tem o direito de lhe mentir nem de invadir a sua privacidade. Começam a discutir e Duarte pergunta a Bárbara pelos documentos da Atlântida. Bárbara diz que se esqueceu de os trazer para casa.

Sofia, ainda em choque com a atitude de Carol, tenta explicar à filha que Heitor é perigoso e que as colocou em perigo. Carol não consegue enfrentar a realidade e diz à mãe que, caso ela fique com Matias, vai embora com o pai. Verónica, sedutora, pede a Nuno que lhe conte qual é o plano quando apanhar Heitor. Nuno, aproveitando para a testar, começa a contar-lhe pormenores sórdidos do que pretende fazer com Heitor até que Verónica o interrompe e diz que não quer saber nada apenas quer que ele trate do assunto o mais rápido possível. Sofia vai ter com Matias e, ainda que muito contrariado, Matias cede à chantagem de Heitor e acaba tudo com Sofia numa tentativa frustrada de a tentar proteger contra a ira do ex-marido.

Na Quinta, Bárbara chega e atira com os documentos para perto de Duarte. O marido diz-lhe que não precisava de ter saído tão tarde para os ir buscar mas Bárbara, magoada, diz a Duarte que lhe quer provar que o ama e que faz tudo por ele. Laura e Cris vão a casa de Verónica e pedem para ver Yara. Verónica, na sua postura habitual, começa a tentar escapar com a bebé para que eles não a vejam mas Érica “arranca” a filha dos braços da mãe e deixa que Cris lhe pegue ao colo. Glória acaba de chegar a casa do restaurante estafada, depois de um dia de trabalho. Qual não é a sua surpresa quando encontra Ismael e os filhos. Toni e Matias dizem à mãe que aceitam a sua relação com o Ismael, mas com regras. Duarte, já mais calmo, fala seriamente com Bárbara e pede-lhe que lhe dê razões para confiar nela pois, quando estiver preso, será Bárbara a dirigir a empresa. Bárbara fica surpreendida com a proposta e garante a Duarte que não irá preso. No Mercado, Glória comenta com Dolores que não vai ceder e não pensa vender a sua banca. De repente, é surpreendida por um ramo de flores enviado por Ismael.

Mais tarde, Verónica vai ter com Duarte à Quinta e tenta persuadi-lo a vender-lhe a empresa. Duarte não cede e diz que nunca lhe vai dar esse gosto. Verónica, com desprezo, diz-lhe que se quer continuar a deixar a mulher afundar a empresa é com ele e que terá de arcar com as consequências. Bárbara encontra-se com Toni, em sua casa, e entrega-lhe o frasco para a recolha. Toni diz a Bárbara que está disposto a ajudá-la, mas só pelo dobro do dinheiro que ela lhe oferece. Glória lê o bilhete e Nazaré, que estava perto dela, repara na falha de impressão semelhante aos bilhetes que Laura lhe entregou. Nazaré pede a Glória que lhe mostre os restantes bilhetes que tem de Ismael, e visivelmente nervosa, sai a correr enquanto liga a Bernardo. Nazaré e Bernardo vão ao encontro de Ismael, ao Lar, e confrontam-no com as falhas de impressão nos bilhetes que ele envia a Glória e nos bilhetes anónimos que envia para a polícia. Ismael ainda tenta contrariá-los, mas acaba por admitir que foi ele o responsável pela morte de Félix.

Bernardo e Nazaré estão em choque com tudo aquilo que Ismael lhes conta. Nazaré apressa-se a dizer-lhe que tem de se entregar, pois, é a liberdade de Duarte que está em jogo. Ismael acede em ir à polícia contar tudo mas pede-lhes que lhe façam um favor primeiro. Toni chega à sala de frasco vazio e diz a Bárbara que assim a coisa não funciona mas que, caso Bárbara lhe queira dar uma ajuda, é bem-vinda. Bárbara começa a despir-se. Toni fica entusiasmado, mas chega à conclusão que não vai ser capaz de fazer aquilo. Toni diz a Bárbara que, caso Nazaré queira ficar com ele, será mesmo porque o ama e que apesar de ser malandro o que Bárbara está a tentar fazer é mau demais, até para ele. Ismael conta toda a verdade a Glória, pede-lhe desculpa e agradece por o ter ajudado sem saber. Glória não acredita como foi capaz de ficar calado.

Nazaré e Bernardo vão à Quinta dar a boa notícia a Duarte. Os dois contam-lhe que foi Ismael quem matou Félix e que já se entregou à polícia por isso Duarte está livre. Duarte nem sabe o que fazer, é apanhado de surpresa pela notícia. Bernardo aproveita para sair deixando Nazaré e Duarte a sós. Nazaré despede-se de Duarte dizendo que já provou a sua inocência, como tinha prometido, e que agora chegou a altura de cada um seguir o seu caminho. No olhar emocionado dos dois. Em casa dos Carvalho, Carol continua a ser insolente com Sofia. Esta, sem outra saída possível, diz à filha que, se o que ela deseja é que voltem a ser uma família feliz, está disposta a fugir com eles. Sofia pede a Carol que combine tudo com Heitor para as ir buscar.

Santos vai à Quinta e retira a pulseira eletrónica a Duarte perante a felicidade dele e de Bárbara. Duarte, visivelmente feliz e aliviado, diz a Bárbara que quer acompanhar a gravidez e pede-lhe que marque uma consulta para ele ir assistir à ecografia. Bárbara fica tensa mas disfarça. Cris vai à Atlântida na tentativa de ter uma conversa civilizada com Verónica e pedir-lhe que o deixe ver a filha. Verónica não cede, começam a discutir enquanto esta acusa Cris de ser um drogado sem remédio possível. Cris sai perturbado enquanto Bárbara, que ouvia a discussão, regista a informação sobre Cris.

RESUMO NAZARÉ – capítulo 171, terça, 11 de janeiro

Carol e Sofia fazem as malas para ir embora. Sofia está visivelmente nervosa e Carol pergunta à mãe se está arrependida e quer voltar atrás com a sua palavra. Sofia diz-lhe que não é uma decisão fácil para ela mas se é o que é preciso para fazer a filha feliz, não vai desistir. Bárbara vai ao Hotel ter com Cris. Entra no seu quarto e propõem-lhe um acordo: em troca de um saco de heroína para lhe aliviar o sofrimento, Bárbara só precisa da ajuda de Cris para que consiga engravidar. Cris fica estupefacto com a proposta. Cris, muito nervoso, olha para o saco de heroína e segue para o wc. Ficamos sem saber se vai ceder à tentação de consumir ou não. Sofia e Carol aguardam ansiosamente a chegada de Heitor. Quando chega, Heitor olha feliz para a filha e para a mulher e diz a Sofia que tomou a decisão certa. Estão prestes a sair de casa quando são surpreendidos por Matias e pelo inspetor Santos. Heitor percebe que tudo não passou de uma armadilha. Bárbara chega a casa, toda contente, e pede desculpas a Duarte pelo atraso. Avisa que se vai vestir num instante para irem jantar fora e comemorar a sua liberdade. Duarte, olha-a sério, e diz-lhe que não pretende ir com ela a lado nenhum sem antes perceber porque é que pediu a Cris que a ajudasse a engravidar.

Em casa dos Carvalho, o clima é de grande tensão. Heitor está fora de si por perceber que Sofia o traiu e lhe preparou uma armadilha. O Inspetor Santos vai para o deter, mas Heitor agarra em Carol e aponta-lhe uma arma à cabeça. Ficam todos em pânico enquanto Heitor sai arrastando a filha. Santos sai atrás de Heitor deixando Sofia arrasada. Na Quinta, a conversa entre Duarte e Bárbara continua. Bárbara está sem palavras e chora, muito nervosa, enquanto Duarte a olha desiludido. Bárbara diz que fez tudo por amor, mas Duarte, irredutível, diz que o casamento deles acabou. Bárbara, fora de si, começa a fazer um escândalo e a implorar a Duarte que a perdoe. Duarte está irredutível e aproveita a chegada de Bernardo para se conseguir soltar dela. Na cozinha do Hotel, Laura diz a Cris que já falou com Duarte sobre o que Bárbara fez e que ele não reagiu nada bem. Cris está visivelmente nervoso, mas Laura incentiva o filho a deitar a droga fora e a esquecer o assunto.

Matias tenta acalmar Sofia que está em pânico só de pensar que Heitor pode magoar Carol. De repente, Santos chega com Carol e diz que Heitor a largou pelo caminho e que lhe perdeu o rasto pois parou a perseguição para ajudar Carol. Sofia fica aliviada e abraça-se a Carol que está completamente aterrorizada. Carol, em lágrimas, pede desculpa à mãe e a Matias por nunca ter acreditado neles. Bernardo e Duarte conversam sobre o que Bárbara fez enquanto se encaminham para o Restaurante para jantar. Duarte pede que parem de falar de Bárbara e fica comprometido quando o primo fala de Nazaré. Nazaré e Toni jantam, à luz das velas, quando Duarte entra no Restaurante e Toni se apressa a dizer que estão fechados. Nazaré pede a Duarte que espere, mas Duarte sai e Bernardo, aproveitando a sua ausência, diz a Nazaré que a gravidez de Bárbara não passava de uma mentira. Nazaré sai a correr atrás de Duarte. Nazaré pergunta a Duarte se é verdade que Bárbara não está grávida e Duarte confirma. Instala-se um clima constrangedor e Duarte pede que Nazaré o perdoe por não a “ter escolhido”. Nazaré nada diz e Duarte sai. Nazaré surpreende Bárbara na Quinta. Instala-se uma troca de acusações graves e Nazaré esbofeteia Bárbara e avisa-a para que fique longe dela e de Duarte.

Bárbara fica no chão, a chorar. Isabel e Verónica conversam sobre a Atlântida. Verónica está determinada a recuperar a empresa, mas Isabel avisa-a para que tenha cuidado com o que faz não se vá virar o feitiço contra o feiticeiro. Dolores abre a porta a Bárbara que está completamente destroçada e conta à mãe que Duarte já descobriu a sua mentira e que acabou tudo. Duarte chega à Atlântida e é recebido por todos os colaboradores com um forte aplauso. Duarte agradece e dirige algumas palavras aos funcionários. A secretária Maria avisa-o que Bárbara está no gabinete à sua espera. Duarte entra no seu gabinete quando encontra Bárbara a trabalhar como se nada se tivesse passado. Duarte chama-a à atenção e diz que não a quer em casa nem na empresa e pede que entenda, de uma vez por todas, que a quer fora da sua vida. De seguida, Duarte vai ao encontro de Verónica e diz-lhe que não a quer na empresa, mas Verónica argumenta que não a pode expulsar uma vez que é designer, para além de acionista. Duarte entrega-lhe a carta de demissão e avisa-a que, quando for necessário discutir algum assunto, a notifica tal como faz com a restante administração. Em casa de Nazaré, Matilde está de saída para o Lar pois Ermelinda, Floriano e João estão barricados lá dentro em protesto contra Isabel. Nazaré diz à mãe que vá andando e que já lá vai ter. Um/a encapuzado/a entra em casa de Nazaré e, sem que esta tenha tempo de reação, deixa-a inanimada com um líquido que lhe coloca na boca. Nazaré desmaia, completamente indefesa.

Numa casa isolada, o/a encapuzado/a aponta uma arma a Nazaré, que está deitada numa cama e acaba de despertar. Nazaré consegue dar um pontapé no/a encapuzado/a e começa a fugir enquanto é perseguida pela pessoa que a raptou. Nazaré, em desespero, vai fugindo e tentando abrir todas as portas por onde passa até que consegue abrir uma das portas e fica em choque ao ver Cláudia deitada numa cama de hospital em coma. Nazaré, sempre à escuta, confirma que não vem ninguém atrás dela e chega-se a Cláudia olhando para a amiga em choque. O/a encapuzado/a procura por Nazaré, em todas as divisões, de uma forma doentia. Nazaré continua escondida quando, de repente, o/a encapuzado/a abre a porta. Nazaré consegue fugir. O/a encapuzado/a ainda faz mira e dispara. Nazaré corre, mas as dores no ombro da queda levam-na a abrandar e, quando se apercebe, está mesmo muito perto de quem a raptou. À entrada do Lar, Isabel está muito exaltada e pede aos dois agentes que a acompanham que entrem e acabem com aquela parvoíce. Matilde chega, nesse momento, e pede a Isabel que a deixe falar com os amigos. Matilde tentam apelar ao bom senso de Ermelinda, Floriano e João mas estes não cedem e dizem que não pensam abandonar o Lar. Isabel, já fora de si, ordena aos agentes que avancem e os expulsem mas, perante a situação, estes são incapazes de o fazer. Matilde olha para os agentes e agradece-lhes o ato de bondade.

Mais tarde, e já em casa, Matilde está preocupada com a falta de notícias de Nazaré. Toni e Joaquim, que estão com ela, também estão inquietos por não saber o que lhe aconteceu. Toni liga a Duarte que confirma que Nazaré não está com ele. De repente, Joaquim repara numa gota de sangue e aí a preocupação torna-se geral e saem em busca de Nazaré. Duarte, que está de saída, é surpreendido por Dolores que vai ter com ele à Quinta para lhe falar sobre Bárbara e pedir desculpa por todo o mal que a filha lhe fez. Duarte agradece a atitude, mas confessa a Dolores que não vai alterar em nada a situação dele e de Bárbara. Duarte comenta com Dolores o que se passa com Nazaré. Sofia agradece a Nuno ficar de vigia à porta de casa. Nuno tenta descansar Sofia e dizer que, caso Heitor regresse, o vão apanhar. Duarte e Dolores chegam a casa dos Soares e confrontam Bárbara com o desaparecimento de Nazaré. Bárbara, de orgulho ferido, começa a atacar Duarte enquanto este tenta perceber se ela está a dizer a verdade ou não. Bárbara grita com Dolores completamente transtornada.

Nuno vai a casa tomar um banho e, sem que ninguém esperasse, Heitor entra para casa, sem ser visto, para surpresa de Sofia e Carol. Heitor tira-lhes os telemóveis e corta o fio do telefone para que não possam falar com ninguém. Sofia e Carol estão aterrorizadas. Na casa Gomes, Duarte apressa Toni para que saiam à procura de Nazaré quando ela entra debilitada. Nazaré conta-lhes o que aconteceu e que encontrou Cláudia. No espanto de todos por descobrirem que Cláudia afinal está viva. Saem os três para o local onde ela está. Heitor diz a Sofia e à filha que a culpa disto é delas e que, a partir dali, vão as duas fazer a vida normal, mas só sai uma de cada vez pois a outra servirá sempre como refém caso decidam abrir a boca para contar que ele lá está. Bernardo analisa as fotos do acidente do pai, que pediu ao inspetor Santos, uma vez que não está certo de que tenha sido o tiro de Ismael a fazer explodir o carro. Verónica está pronta para sair e leva Yara consigo. Érica tenta pedir à mãe que lhe deixe a bebé, mas Verónica está irredutível. Quando Verónica sai, Érica e Bernardo vasculham o seu quarto com o objetivo de encontrar algo que a comprometa. Ao contrário do que estava à espera, Érica encontra o pedido de abertura do processo da guarda de Yara. Nazaré, Duarte e Toni chegam ao local onde estava Cláudia, mas encontram apenas a cama de hospital vazia.

RESUMO NAZARÉ – capítulo 172, quarta, 12 de janeiro

Toni começa a olhar à volta, à procura de alguma pista, e encontra um batom debaixo da cama. Decidem chamar a polícia e indicar a prova que acabaram de descobrir. Érica vai ao Hotel e conta a Laura o que Verónica está a planear. Laura, muito revoltada, compromete-se a ajudar Érica, mas diz-lhe que tem de fazer exatamente aquilo que ela disser. Sofia prepara Carol para ir para a escola sob a ameaça constante de Heitor. Carol sai e Matias liga a Sofia, que o despacha o melhor que pode para evitar que Heitor faça ainda mais estragos. Mais tarde, Laura vai até à Atlântida tirar satisfações com Verónica, as duas trocam acusações e Laura, perdendo as estribeiras, agarra os cabelos de Verónica e avisa-a que não a vai deixar ficar com Yara. No Restaurante, Glória fica em choque por saber que Cláudia está viva. Joaquim diz ter a certeza que Verónica está por trás disto tudo. Dolores comenta que João, Ermelinda e Floriano saíram do lar pois Isabel apareceu com uma ordem judicial que os obrigou a abandonar as instalações. Verónica, em casa, pede a Paula que vá passear um bocadinho com Yara. Nuno chega e diz que Sofia lhe deu uma “folga”. Nuno está visivelmente cansado, mas olha para Verónica com paixão e começa a beijá-la. Os dois, já envolvidos, cedem à paixão. Nuno vê Verónica num misto de paixão e raiva que não sabe bem como controlar. Verónica não desconfia das verdadeiras intenções de Nuno.

Toni, Nazaré e Duarte tentam saber, junto do inspetor Santos, se há novidades em relação a Cláudia. Santos diz que ainda não tem novidades nem de Cláudia nem da análise das provas. Toni diz a Nazaré que precisa de falar com ela sobre a gravidez de Bárbara. Toni conta tudo a Nazaré, que o olha em choque e não quer acreditar que Toni considerou aceitar a proposta doentia de Bárbara. Toni tenta redimir-se dizendo que, caso Nazaré queira ficar com ele, será pelos motivos certos e não por causa de uma chantagem de uma terceira pessoa. Duarte vai até casa dos Soares e entrega a Bárbara os papéis do divórcio. Bárbara começa a entrar numa espiral de loucura, dizendo que não vai assinar os papéis pois não se quer divorciar e que Duarte nunca vai encontrar uma mulher que o ame tanto como ela. Duarte diz-lhe que, caso não assine, vão para tribunal e o desfecho será o mesmo, a escolha é dela. Bárbara parece ceder mas, de repente, num ato de raiva, risca os papéis. Bernardo encontra-se com o inspetor Santos no Hotel e diz-lhe, que depois de uma análise minuciosa às fotos do acidente, chegou à conclusão que não foi o tiro de Ismael que fez explodir o carro. Bernardo pede a Santos que procure por outra bala.

Isabel está no Lar e diz à equipa de mudança que comecem a empacotar tudo. Joaquim chega e diz a Isabel que, agora que já conseguiu o Lar, é um pequeno passo até conseguir o Mercado. Isabel não entende quais as intenções de Joaquim, mas este propõe-lhe um trato e Isabel fica interessada. Joaquim conta-lhe do seu passado enquanto falsificador e, promete que se ela lhe pagar bem, ninguém notará que as assinaturas dos vendedores são falsas. Nazaré está na Quinta e diz a Duarte que vai a casa de Verónica ver se encontra um batom igual ao que encontraram no quarto onde Cláudia estava. Bárbara entra em casa e dá com Nazaré e Duarte e fica completamente transtornada. Inicia-se mais uma cena louca de ciúmes de Bárbara, Duarte pede-lhe que saia, mas Bárbara não para de provocar Nazaré. Instala-se a discussão e Bárbara pega num vaso e parte-o na cabeça de Nazaré. Já na cozinha, Duarte trata do ferimento de Nazaré enquanto conversam. A atração entre os dois é evidente e algo que não conseguem contrariar. Duarte, num impulso, beija Nazaré. Nazaré recua e confessa a Duarte que apesar de ele ser tudo o que ela quer, Duarte tem de entender que não pode jogar assim com os sentimentos dela. Nazaré sai e Duarte fica arrasado.

No Restaurante, Toni e Matias conversam quando Nuno chega e os interrompe perguntando a Matias se não era suposto estar com Sofia. Matias pensava que ele é que ia estar com Sofia. Percebem que algo de errado se passa e seguem para casa de Sofia. Já em casa dos Carvalho, Matias e Nuno tocam à campainha quando Heitor ordena a Sofia que abra a porta e os despache e aponta a arma a Carol para que Sofia não pense sequer em vacilar. Sofia despacha Nuno e Matias o mais rápido que consegue. A PJ localiza o corpo de Mike e informa Ana e a família. Duarte desabafa com o primo e confessa que Nazaré é uma força da natureza e que não a consegue tirar da cabeça. Reforça que por mais que tente, parece que os seus caminhos estão destinados a cruzar-se seja de que forma for. Bernardo recorda Olívia e diz ao primo que sente a falta dela, mas que não sabe interpretar os seus sentimentos, mas que só vai tratar de perceber a situação com Olívia quando resolver o homicídio do pai pois acha que Ismael não é culpado. Joaquim vai ter com Isabel ao Lar e entrega-lhe o contrato assinado. Isabel chama um notário que lhe valida o mesmo e, sorridente, paga e agradece a Joaquim. Durante este processo vemos que Joaquim mexe no telemóvel.

Isabel entra no Restaurante gloriosa, mostrando o contrato a Toni, Glória e Dolores. No Restaurante, Isabel mostra o contrato a Toni, Glória e Dolores. É aí que surge Joaquim mostrando a gravação. Isabel sente-se enganada e percebe que só tem uma solução, ou desiste do Mercado, ou vai parar à cadeia. Depois de Bárbara já não estar na Quinta, uma noite Duarte acorda sobressaltado com a sua presença insinuando que está onde pertence, ao lado do seu marido. Duarte pede-lhe que saia, mas Bárbara recusa-se. Duarte sai e pede-lhe que, no dia seguinte, já não esteja lá quando ele voltar. Duarte, depois deste episódio, vai a casa dos Soares e conta a Luís que Bárbara invadiu a Quinta na noite passada numa tentativa desesperada de salvar o casamento e que não pretende sair de lá. Dolores ouve tudo e diz que, desta vez, será ela resolver a situação. Já na Quinta, Dolores, determinada, acorda e expulsa Bárbara do quarto de Duarte. Está farta de lhe aparar os golpes. Bárbara fica triste e com raiva e pede à mãe que a deixe ir buscar as roupas, não quer sair de lá em roupa interior. Dolores impede-a de voltar atrás e obriga-a a sair de casa assim.

RESUMO NAZARÉ – capítulo 173, quinta, 13 de janeiro

Matias e Toni, já desconfiados das mentiras de Sofia, decidem ir a sua casa e confrontá-la. Sofia tenta fazer com que se vão embora, mas Toni entra, de rompante, à procura de Carol. Heitor aparece de arma em punho. Heitor diz que vai sair dali com a sua família a bem ou a mal e que os irmãos deviam ir-se embora antes que as coisas comecem a correr mal. Sofia, em pânico, pede a Heitor que deixe Carol e diz-lhe que vai com ele. Heitor quer levar a filha e a mulher, mas Sofia é assertiva e diz-lhe que a única forma de a ter de volta, é deixar ficar Carol para trás. Fora de si, Heitor sai com Sofia. Gonçalo, depois de saber que Verónica foi detida, fica em pânico e não percebe como é que ela pode ser acusada de uma coisa que foi ele que fez. Laura pede-lhe que não diga nada e mantenha as coisas como estão. Verónica é surpreendida pelo inspetor Santos, na Atlântida, com o intuito de a deter pela morte de Mike. Verónica reclama-se inocente, mas Santos insiste que tem de a levar para a esquadra.

Laura descobre que foi Verónica quem encomendou o ataque ao hotel e que ordenou Mike que fizesse mal a Ana. Laura fica cheia de raiva e com sentido de dever cumprido pois finalmente Verónica vai pagar por todo o mal que fez à sua família. Laura conta a Gonçalo que foi Verónica que ordenou o ataque ao Hotel e Gonçalo fica atónito. Verónica pede a Santos para ir ao quarto buscar um documento que prova a sua inocência e tranca o inspetor no seu quarto, vai ao cofre retirar todo o dinheiro e foge, perante o olhar estupefacto de Érica e Bernardo. Sofia conduz, com a arma apontada à cabeça. Matias e Nuno seguem atrás deles. Sofia está tão nervosa que acaba por desviar o carro da estrada contra uma árvore. Heitor puxa-a para fora do carro e obriga-a a caminhar pelo mato. Nazaré não descansa até conseguir encontrar a amiga, através da médica que lhe presta assistência. Na reabertura do Mercado, todos festejam e agradecem a Joaquim o que fez pela terra e pelas suas gentes. O Mercado é dos vendedores e assim deverá permanecer! Nuno e Matias seguem atrás de Sofia e Heitor.

Laura conta a Gonçalo que engendrou um plano para incriminar Verónica pela morte de Mike. Colocou os cabelos da vilã no corpo e fez uma denúncia anónima. Matias, de repente, vê Heitor a arrastar Sofia. Tenta não fazer barulho, mas Heitor acaba por o ver. Heitor ameaça-o e ordena-lhe que se vá embora ou Sofia morre. Sofia solta-se de Heitor e, com todas as suas forças, bate em Heitor com uma pedra. Heitor fica inanimado enquanto Matias e Sofia ficam na dúvida se está morto ou não. No hospital, e depois de falar com o Dr. Murilo, Nazaré chega-se à cama da amiga e promete-lhe que vai descobrir o que lhe aconteceu e que vai vingá-la. Cláudia desperta, nesse momento, e diz a Nazaré que sabe quem matou Félix, foi Bárbara. Nazaré fica em choque enquanto a amiga lhe relata o que aconteceu e lhe diz que tem provas. Bárbara, desconhecendo a presença de Nazaré, vai até ao Hospital para averiguar o estado de Cláudia e, quando está prestes a entrar no quarto ouve a confissão da enfermeira.

RESUMO NAZARÉ – capítulo 174, sexta, 14 de janeiro

Toni está ao telemóvel com Nazaré enquanto lhe vai dando coordenadas. Nazaré está confusa e sem perceber porque está a caminhar no areal e o que vai encontrar. Toni chega perto dela e Nazaré vê escrito na areia o pedido de casamento de Toni. Toni declara-se fazendo um discurso muito emotivo quando é interrompido pelo barulho de uma avioneta com um novo pedido de casamento. Nazaré fica confusa, mas Toni tenta apropriar-se do segundo pedido. Duarte chega, surpreendendo Nazaré, e reclamando o seu pedido de casamento. Nazaré olha para eles os dois e percebe que chegou a altura de decidir com quem quer passar o resto da sua vida.

NUNO DEIXA VERÓNICA À MORTE EM ALTO MAR

Verónica é surpreendida pelo inspetor Santos, em sua casa, com o intuito de a deter pela morte de Mike. Verónica reclama-se inocente, mas Santos insiste que tem de a levar à esquerda. Verónica pede para ir ao quarto buscar um documento que prova a sua inocência e tranca o inspetor no seu quarto, vai ao cofre retirar todo o dinheiro, e foge perante o olhar estupefacto de Érica e Bernardo. Duarte e Nazaré, determinados a apanhar a vilã, juntam-se a Bernardo para reunir todas as pistas que os possam levar a Verónica. Acabam por descobrir que alugou um carro e combinam ir até ao local e esperar que ela apareça. Assim acontece, Verónica vai ao stand para levantar um carro alugado, enquanto Nazaré a observa do carro pois Duarte e Bernardo foram ao café. Nazaré, destemida, e não querendo deixar escapar a oportunidade, não aguarda nem por Duarte nem por Bernardo e faz frente a Verónica. A megera pega no carro, tenta fugir, mas Nazaré atira-se à vilã com unhas e dentes e não a deixa escapar. Quando Santos chega ao local para deter Verónica, chega também Nuno e tudo acontece muito rápido. Nuno manda um gás para dentro do carro onde está Verónica detida e “arranca” a vilã para a levar consigo. Já em alto mar, Nuno abandona Verónica um barco apenas com um balde de água e uma arma deixando-a à sua mercê sem dó nem piedade. Ficamos no desespero de Verónica.

GONÇALO ENTREGA-SE À POLÍCIA PELA MORTE DE MIKE

Laura engendra plano para incriminar Verónica pela morte de Mike. Coloca cabelos da vilã no corpo e faz uma denúncia anónima. A PJ localiza o corpo e dá Verónica como culpada. Gonçalo, depois de saber que Verónica foi detida, fica em pânico e não percebe como é que ela pode ser acusada de uma coisa que foi ele que fez. Laura pede-lhe que não diga nada e mantenha as coisas como estão. Mais tarde, Prata conta a Laura que descobriram que foi Verónica quem encomendou o ataque ao hotel e que ordenou Mike que fizesse mal a Ana. Laura fica cheia de raiva e com sentido de dever cumprido pois finalmente Verónica vai pagar por todo o mal que fez à sua família. Laura conta a Gonçalo que foi Verónica que ordenou o ataque ao Hotel e Gonçalo fica atónito. Mais tarde, Santos vai ao Hotel e Laura surpreende-se com a sua presença. Santos diz que ali está a pedido de Gonçalo. Gonçalo entrega-se pela morte de Mike e pede à família que compreenda que seria incapaz de viver com a culpa de outra pessoa estar a pagar pelo seu crime.

BÁRBARA TENTA MATAR NAZARÉ NO DIA DO CASAMENTO

É o dia do casamento de Nazaré. Nazaré está na praia e olha o mar quando Matilde a encontra e refila por estar a sujar o vestido. Nazaré ri-se e pede à mãe que seja ela a levá-la ao altar. Ficamos na emoção das duas e percebemos quem alguém as observa, mas não sabemos quem. Quando Nazaré chega à igreja e está prestes a sair do carro, aparece Bárbara de caçadeira em punho. Bárbara diz-lhe que não merece ser feliz com Duarte e que não a vai deixar ganhar. Nazaré, destemida, diz-lhe que vai casar com Duarte e que vai ser feliz. Vira as costas e segue determinada para a porta da igreja quando Bárbara faz mira para lhe acertar. Santos, que conduzia o carro que trouxe Nazaré até à igreja, saca da arma e diz a Bárbara que se mantenha quieta. Nuno, surge por trás de Bárbara, e imobiliza-a, caindo os dois no chão. Ouve-se um disparo e todos correm cá para fora. Bárbara é detida sob o olhar triste de Dolores.

TONI INTERROMPE CASAMENTO DE NAZARÉ E DUARTE

É dia de casamento. Todos estão presentes para vivenciar esta união tão esperada e tão querida por todos. Nazaré entra na igreja, de braço dado com Matilde, e quando o sorriso dos dois se cruza, temos a certeza que serão felizes para sempre. O Padre inicia a cerimónia mas, de repente, ouve-se uma voz a chamar por Nazaré enquanto entra na igreja- é Toni. Toni, de rastos, faz um discurso muito emotivo e diz a Nazaré que não podia perder esta última oportunidade de lhe dizer o quanto a ama e de lhe mostrar que ele sim é o homem certo e aquele com quem ela deve ficar. A igreja está inundada de um silêncio constrangedor. Nazaré, fica parada, olha para Duarte e olha para Toni. Ficamos na dúvida de Nazaré, sem saber com quem irá afinal casar. FIM.

*O resumo da novela Nazaré pode sofrer alterações de acordo com a edição realizada pela Band.

NOS CAPÍTULOS ANTERIORES:

RESUMO NAZARÉ – capítulo 165, segunda, 03 de janeiro

Verónica pede à filha que se certifique que Nuno sai e para trancar a porta que ela mesma chamará a polícia. No Mercado, Dolores e Glória estão confiantes que o arraial vai ser um sucesso. Do outro lado, Isabel olha-as com desdém enquanto faz uma chamada para garantir que o arraial será um fiasco. Nazaré está arrasada, no se quarto, não quer falar nem comer nada. Matilde tenta animar a filha mas Nazaré sente-se culpada pelo que fez ao Toni pois ele não merecia. Bernardo tenta impedir que Toni entre na Quinta mas Toni, na sua fúria, empurra Bernardo e vai ao encontro de Duarte e Bárbara. Instala-se a discussão e Toni dá um murro a Duarte como vingança por este se ter envolvido com Nazaré. Toni aproveita e conta a Bárbara que Duarte e Nazaré se envolveram e Bárbara, sonsa, finge-se chocada. Já terminada a discussão, Duarte vai ao encontro de Bárbara, que chora encostada ao balcão da cozinha. Duarte olha-a e diz-lhe que esta luta acabou pois escolheu-a a ela e ao filho. Érica mostra a Bernardo os sapatos de Verónica que Nuno andava à procura e desabafa com o irmão que começa a acreditar que talvez a mãe seja mesmo a pessoa que todos dizem ser. É dia de arraial no Mercado, Luís chega com mais queijos enquanto Toni ignora a presença de Nazaré com o apoio de Glória. Toni está desconfortável com a presença de Nazaré e o ambiente que se sente entre os dois. Glória e Dolores festejam o volume de vendas quando, de repente, se sente um cheiro intenso a esgoto. Enquanto Matias vai buscar a caixa de ferramentas para ver se consegue arranjar solução para o problema do Mercado, Sofia entra na casa Silva e insinua-se. Matias não resiste e os dois beijam-se apaixonados.

Dolores e Glória, perante a demora de Matias e o cheiro insuportável, concordam que o melhor é fecharem as bancas. Bárbara fala, discretamente, com uma grávida e dá-lhe dinheiro para pagar o falso teste de gravidez. Dolores observa tudo, com estranheza. Bárbara manda a grávida embora e diz-lhe que tem de ficar calada e que ninguém pode descobrir a relação entre as duas. Bárbara avisa que, dentro de duas semanas, vai precisar de análises e, nessa altura, volta a contactá-la. Dolores, ao longe, fica desconfiada da filha. Matias regressa ao Mercado, mente sobre o seu atraso, e depois de ver os canos, diz que estão todos entupidos com fraldas. Todos estranham, mas Glória diz que desconfia de quem possa ter sido. Sem que esteja exposta, vemos Tatiana escondida a um canto a ouvir a conversa. Isabel conta, vitoriosa, a Verónica o fracasso que foi o arraial. Verónica acha que a amiga devia resolver a situação de outra forma, mais drástica, mas Isabel explica que a menos que os vendedores saiam todos, não pode comprar o Mercado.

Bernardo vai a casa da mãe, e Verónica acha que foi para buscar a irmã, mas Bernardo diz que se vai mudar para ali pois quer proteger a irmã e a sobrinha. Verónica olha os filhos e diz-lhes que, um dia, ainda lhes vai provar que tudo o que faz é por eles e por ser uma boa mãe. Bárbara vai a casa de Nazaré para lhe dizer que fique longe dela e de Duarte pois vão ter um filho e não a quer mais na vida deles. Duarte, sem saber onde Bárbara está, liga-lhe e Bárbara aproveita para provocar ainda mais Nazaré. Matilde, exausta de tanta provocação, pede a Bárbara que se vá embora. Dolores, desconfiada da gravidez da filha, aproveita para ir até à Quinta levar um presente para o bebé e tenta sacar algumas informações da filha. Dolores fica a saber que Bárbara continua a ir ao médico de sempre e regista a informação. Bernardo pede para falar a sós com Duarte e mostra-lhe os sapatos de Verónica. Diz ao primo que Érica viu a mãe a chegar com aqueles sapatos no dia do desaparecimento de Heitor. Duarte não consegue ajudar o primo na investigação, mas tem uma ideia. Na casa Gomes, Bernardo dá os sapatos a Nazaré e diz que Duarte lhe pediu que lhos entregasse pois confia nela e acha que é a pessoa indicada para investigar. Érica vai com Yara até ao Hotel e pergunta por Cris. Laura avisa-a que Cris não está bem pois está a ressacar, mas Gonçalo acha que lhe fazia bem ver a filha.

Cris fica muito revoltado quando Érica entra com Yara e diz que não quer que a filha o veja assim. Érica diz-lhe que não vai desistir dele, mas Cris diz-lhe que vá ter com Luís e que o deixe em paz. Na Quinta, Bárbara avança sensual para Duarte. Duarte retrai-se, tem medo por causa do bebé, mas Bárbara não desiste e diz que não tem problema nenhum. Dolores liga para o consultório da médica da filha e percebe que Bárbara não vai lá há mais de dois meses. Luís aparece, diz que está pronto para ir para o Mercado, e Dolores diz-lhe que vá andando que já lá vai ter. Dolores chama Bárbara lá a casa e diz que ligou para o consultório e que lhe disseram que Bárbara não tinha estado lá. Bernardo e Nazaré já estão no local onde Heitor desapareceu e, depois de muita procura, Nazaré encontra um berloque que confirma pertencer aos sapatos de Verónica. Bárbara, em pânico, tenta fugir à conversa, mas Dolores confronta-a com o pagamento que fez a uma grávida no Mercado e Bárbara desaba dizendo que não vai permitir que Nazaré lhe roube Duarte, mais uma vez. Dolores avisa Bárbara que tem de desfazer esta mentira, mas a jovem, já fora de si, pega numa faca e ameaça matar-se caso Dolores não prometa ficar calada e não contar nada a Duarte. Dolores acaba por ceder à ameaça de Bárbara. Nazaré e Bernardo ficam contentes com a prova que encontraram e Nazaré diz que vai à polícia sozinha e que vai provar que Verónica esteve no local do crime. Na Atlântida, Bárbara fica com esperança na proposta de cortes nos departamentos, mas diz que não é suficiente.

Em conversa com Verónica, Bárbara diz-lhe que vão ter de rever os fornecedores e encontrar novos com preços mais baixos. Verónica não quer comprometer a qualidade inerente aos produtos da Atlântida, mas Bárbara ameaça-a. Bernardo informa Duarte do que ele e Nazaré encontraram no local. Diz ao primo que Nazaré vai à polícia e vai denunciar Verónica. Duarte pergunta ao primo como é que Nazaré está e Bernardo responde-lhe que lhe disse que Duarte gosta dela. Nazaré vai ter com Laura e Santos ao Hotel e mostra o que encontrou na pedreira. Santos diz-lhe que isso não prova que Verónica matou Heitor e que Nazaré não pode continuar a sobrepor-se às investigações da polícia. Ermelinda e João estão fartos de procurar por Floriano e não o encontram em lar nenhum. Os amigos começam a pensar que Floriano possa estar refém de Isabel. Glória “perfuma” o Restaurante com peixe para atrair a clientela. Ismael vai ter com ela e diz que tem uma ideia para a compensar. Ismael diz a Glória que vai cantar no restaurante e as verbas revertem a favor do Mercado. No Mercado, Nazaré vai à banca de Toni para comprar peixe, mas Toni diz-lhe que vá a outra banca. Nazaré sabe que não devia ter ido e Matilde pede a Toni que perdoe Nazaré. Glória chega e, metendo-se na conversa, diz que Toni tem de manter o seu orgulho pois não se pode humilhar mais por causa de Nazaré. No Hotel, Cris ressaca e está desesperado a pedir aos pais uma dose, dizendo que vai morrer. Laura e Ana estão irredutíveis enquanto Gonçalo acha que podiam dar-lhe algo para as dores. Perante a decisão das duas, Gonçalo sai irritado. Glória diz a Ismael que já marcou o concerto para o dia seguinte e ele começa logo a entrar em pânico. Glória promete-lhe que, se cantar, ela dá-lhe um beijo no final.

Na casa Gomes, Matilde e Joaquim preparam o jantar quando Nazaré vai buscar a carne e percebe que não está no frigorífico. Matilde diz que se deve ter esquecido dela no Mercado por causa da confusão com Toni. Nazaré pega nas chaves de casa e sai dizendo que vai resolver o assunto. No quarto, Duarte olha para a ecografia da gravidez de Nazaré e guarda-a como que a encerrar um capítulo. Bernardo deita-se na cama de Érica, fazendo-se passar por ela, enquanto a jovem vai ter com Luís e diz-lhe que já não aguenta mais a sua vida assim e propõe-lhe que fujam do país. Bárbara comenta com Duarte que continuam a trabalhar com a mesma equipa na Atlântida e insinua-se. Duarte e Bárbara fazem amor ainda que Duarte esteja a pensar em Nazaré. Toni, muito contrariado, vai com Nazaré ao Mercado para que ela vá buscar a carne. A discussão instala-se e Toni molha Nazaré com a mangueira da banca, Nazaré faz-lhe o mesmo e acabam por se beijar. Confusos com o que acabou de acontecer, Toni diz que não será o prémio de consolação. O ambiente é de tensão e Toni diz a Nazaré que saia, pois, quer fechar o Mercado e ir para casa. Luís, apanhado de surpresa pela conversa de Érica, diz-lhe que não podem fugir e que tem de existir outra solução. Érica está determinada a ir-se embora para proteger a filha de Verónica.

RESUMO NAZARÉ – capítulo 166, terça, 04 de janeiro

Cris, desesperado, atira o prato da sopa e grita com a irmã. Está descontrolado e cheio de dores, mas Ana diz-lhe que não vai desistir dele. De outro lado, Érica escreve-lhe uma carta a dar conta que se vai embora e que, quando estiver instalada, lhe diz onde está. Érica esconde a carta. Bárbara conta a Duarte que recuperou o negócio dos hotéis do Algarve. Duarte sorri, está orgulhoso dela. Já na Atlântida, Verónica pergunta a Bárbara se Duarte sabe como é que ela recuperou o negócio, mas Bárbara, com desprezo, diz a Verónica para se preocupar apenas em fazer um bom trabalho. Ermelinda paga a um falsificador para forjar um estudo ambiental que demonstre que os terrenos do Lar não estão em condições de forma a conseguirem impedir Isabel de comprar o Lar. Verónica comenta com Isabel o negócio que Bárbara fez na Atlântida e de que maneira o conseguiu e diz que vai aguardar que Bárbara deixa a empresa na miséria para depois a poder comprar. Em casa dos Carvalho, Sofia partilha a sua felicidade por saber que Pipo está a fazer progressos. Carol fica indignada e não percebe porque é que toda a gente pode estar feliz menos ela. Sofia tenta dar apoio à filha e diz ser normal ela sentir a falta do pai. Matias chega para fazer uns exercícios com Sofia, a pedido de Nazaré. Sofia treina, muito focada, mas Matias começa a distraí-la e vão fazer amor.

João mostra o documento a Isabel, que fica furiosa, e diz-lhe que o fez porque não quer que ela gaste dinheiro desnecessariamente. No Mercado, Toni avista Nazaré e aproveita a oportunidade para lhe fazer ciúmes com Juliana. Matilde, que observa, percebe que Nazaré fica com ciúmes e adverte a filha de que gostar de dois homens não pode dar coisa boa. Na Quinta, Dolores continua a insistir com Bárbara para contar a verdade a Duarte. Bárbara discute com a mãe e diz-lhe que já sabe o que acontece se continuar a insistir no assunto. Duarte surpreende-as, mas Bárbara apressa-se a disfarçar falando de outra coisa. Érica vai a casa dos Soares, a pedido de Luís, que lhe diz que foge com ela pois não quer abandoná-la e ama-a demais para a deixar ir sozinha. No Restaurante, Matias diz a Sofia que devia contar a Carol, de uma vez por todos, que eles estão juntos. Sofia tem receio e teme que não seja a melhor altura mas acaba por dar razão a Matias. Glória comenta que gosta muito de Sofia mas que acha que é uma mulher com demasiada bagagem para o filho. Verónica está na sala, a trabalhar, quando Paula entra e lhe entrega uma encomenda que chegou de um estafeta. Verónica abre a encomenda e vê que são as roupas que Heitor usava no dia do incidente na pedreira. Verónica fica em pânico por perceber que Heitor não morreu. Bernardo chega, entretanto, e Heitor começa a ligar a Verónica. Verónica tenta despachar Bernardo e atende Heitor, que lhe diz que vai acabar com ela. Bernardo fica desconfiado por ver a mãe tão agitada. Sofia chama Carol e pede para falar com ela. Matias inicia o seu discurso quando Sofia repara nos óculos de Heitor pousados em cima do móvel da sala.

A conversa é interrompida e Sofia pergunta a Carol se o pai ali esteve. Carol acaba por anuir dizendo que Heitor não morreu e que esteve ali em casa para a ver porque tinha saudades dela. Sofia, aterrorizada, pede que a filha lhe diga exatamente o que Heitor lhe disse e Carol explica que o pai lhe disse para não se preocupar que, em breve, ia voltar a ficar tudo bem. Bárbara faz uma lista de compras de supermercado e diz que, para o jantar de família, vai encomendar comida. Duarte concorda pois não quer que ela tenha trabalho. Nazaré abre a porta a Toni que diz ter-se esquecido dos seus chinelos e precisa deles. Toni chega com Juliana, Nazaré fica boquiaberta e diz a Toni que os chinelos foram uma ótima desculpa para aparecer com Juliana só para lhe fazer ciúmes. Toni encontra os chinelos e Nazaré fica a sentir-se mal. Quando Toni sai, Nazaré recebe SMS de Sofia a dizer que Heitor voltou. Duarte está na Quinta quando Heitor aparece, de surpresa, deixando Duarte bastante assustado. Heitor diz que ali está para começar a fazer bem as coisas e pede a ajuda de Duarte. Heitor conta que Verónica o tentou matar e que encenou um suicídio. Diz ainda que foi cúmplice de todos os seus crimes, mas que agora está na hora de contar a verdade. Matias, Sofia e Nazaré falam sobre Heitor. Sofia está aterrorizada de medo, mas Nazaré diz que a vai proteger e a Carol também. Matias olha Sofia e diz que as protege com a própria vida, se for necessário. Duarte pede ao inspetor Santos que vá à Quinta e mostra-lhe o vídeo de confissão de Heitor. Heitor confessa todos os crimes e admite que foi cúmplice. Santos quer apanhar Heitor, mas Duarte diz que ele quer fazer um acordo e ajudar a apanhar Verónica.

Santos vai a casa de Verónica e confronta-a com o vídeo da confissão de Heitor. Verónica faz-se de vítima dizendo que tanto Heitor como Félix a usaram. Santos diz que tem de a levar para a esquadra para prestar declarações. Verónica vai contrariada enquanto liga ao advogado. No Lar, Isabel mostra ao advogado o documento do estudo do impacto ambiental. O advogado comprova que o documento é legítimo e diz que Isabel não poderá fazer um resort ali. Isabel quer uma solução, mas o advogado diz-lhe que não há. Tatiana, a assistente de Isabel, dorme profundamente depois dos comprimidos que Ismael lhe deu. João saca-lhe o telemóvel e encontra o contacto do lar onde está Floriano. João liga, mas Floriano não está. Isabel aparece, não os apanha, mas fica furiosa por encontrar Tatiana a dormir. Verónica deixa uma mensagem de voz a Heitor e ameaça-o.  Érica está de saída para o jantar na Quinta, Verónica não quer que ela leve a neta, mas acaba por ceder. Verónica diz aos filhos que Heitor andou a acusá-la de uma data de mentiras, mas que ela já foi à polícia contar toda a verdade. Verónica vai ao Hotel, ao encontro de Nuno e pergunta-lhe porque é que não a matou quando teve oportunidade. Na ideia de que o está a manipular, Verónica conta a Nuno que Heitor está de volta e que quer acabar com ela. Verónica sai pensando que conseguiu manipular Nuno.

RESUMO NAZARÉ – capítulo 167, quarta, 05 de janeiro

Na Quinta, Érica chora desesperada porque a filha foi raptada. Duarte conclui que só pode ter sido Heitor pois ele esteve lá em casa à procura de dinheiro para fugir pois a Verónica tinha ameaçado a sua família. Duarte apressa-se a ligar a Santos enquanto Érica e Luís saem disparados na tentativa de encontrar Heitor. Num armazém abandonado vemos Heitor a pousar o ovo da bebé Yara enquanto lhe diz que não lhe vai fazer mal e que apenas precisa do dinheiro. No Restaurante, enquanto Ismael tem um ataque de pânico e diz a Glória que não é capaz de cantar, Nuno vai ter com Nazaré e conta-lhe que Verónica foi à sua procura pois está com medo de Heitor. Nazaré interroga Nuno sobre a sua aproximação a Verónica, mas Nuno garante que a vilã já não o tem na mão e que ele está decidido a apanhar Heitor antes que Verónica o faça, para o entregar à polícia e não matá-lo, como Verónica deseja.

Bernardo entra em casa num grande alvoroço e conta a Verónica o que acabou de acontecer na Quinta, que Heitor raptou Yara. Verónica, fora de si, pega no telemóvel e liga a Heitor mas sem sucesso. Ainda no Restaurante, e na tentativa de ajudar Ismael, Glória pede a Toni que apague as luzes e, de seguida, apresenta Ismael, que desta forma, já é capaz de cantar. Nazaré fica a saber, naquele instante, que Heitor raptou Yara. Érica e Luís vão a casa dos Carvalho e Sofia pede a Carol que diga a verdade e que conte, por favor, se o pai a contactou nos últimos dias. Carol, revoltada, defende Heitor e sai para o quarto sem dizer nada. Duarte acaba de desligar a chamada com o inspetor Santos quando comenta com Bárbara que a PJ já está à procura de Yara e que se sente culpado por toda a situação.

Bárbara é prática e diz que Heitor não vai fazer mal a Yara pois só a quer como uma garantia. Toda essa frieza magoa Duarte. No Hotel, Laura, Gonçalo e Ana estão desolados por causa do rapto de Yara. Laura culpa-se por não ter protegido Yara e Érica quando sabia que Heitor andava à solta enquanto Ana diz que é melhor ocultarem esta situação a Cris pois pode por em causa a sua recuperação. No seu quarto, muito nervosa, Verónica liga novamente a Heitor quando é surpreendida por este. Verónica fica em pânico enquanto Heitor a ameaça dizendo que para saber da neta terá de lhe dar 2 milhões de euros. Verónica ainda consegue alcançar a sua arma, mas Heitor diz-lhe que ele é a única pessoa que sabe onde está Yara e que não é muito inteligente acabar com ele. Ao sair, Heitor avisa-a que arranje os 2 milhões de euros se quer voltar a ver a neta.

Na manhã seguinte, Bárbara pergunta a Duarte se ainda está chateado com ela e avisa-o de que vai ao obstetra à tarde. Bárbara sai e, de seguida, entra Luís, Bernardo e Nazaré com o intuito de procurarem alguma pista que os possa levar ao paradeiro de Heitor. Duarte pede a Nazaré para falar com ela, mas a conversa entre os dois é fria e distante. Nuno vai ter com Verónica e pergunta se há notícias de Heitor e se ele já ligou a pedir um resgate pela bebé. Verónica mente e Nuno percebe, mas não diz nada. Heitor liga a Verónica a combinar um local para a troca. Verónica vai ao Hotel ter com Laura e conta-lhe que Heitor ligou a pedir 2 milhões de euros ou então mata Yara. Laura, em pânico, diz que vai ligar à polícia, mas Verónica impede-a e diz que é muito arriscado envolver uma bebé numa situação assim.

Na Ermida de Nossa Senhora da Nazaré, vemos Verónica tensa a olhar à sua volta quando Heitor chega de carro e para afastado dela. Bárbara entra em casa da mãe, revoltada e chorosa, dizendo que foi à sua médica e que a probabilidade de engravidar naturalmente é praticamente nula. Dolores não sabe o que dizer à filha e Bárbara não sabe como vai ser capaz de dar um filho a Duarte. Heitor aproxima-se, já a pé, e Verónica entrega-lhe o saco com o dinheiro e exige que Heitor lhe entregue a neta. Heitor diz que não confia nela e que, por isso, vai levar Yara consigo e depois avisa-a onde deixou a bebé. Verónica fica em pânico enquanto Heitor se afasta para o seu carro com o dinheiro e com Yara. Heitor entra no carro e Laura aponta-lhe uma arma ordenando que se afaste da neta.

Heitor é surpreendido por Laura e larga Yara, que é logo recolhida por Verónica. Laura pede a Verónica que vá embora com a bebé pois vai chamar a polícia. Num golpe rápido, Heitor consegue largar-se de Laura e foge sem que esta tenha reação. Érica está a justificar-se a Cris da carta que lhe deixou a dizer que ia fugir com a filha. Cris acaba por entender o lado dela pois só a queria proteger. Érica recebe uma chamada de Verónica a dizer que tem Yara. Bárbara não quer contar a verdade a Duarte ainda que Dolores insista com ela que é o melhor a fazer pois se Duarte descobrir mais tarde será pior. Bárbara não cede e está determinada em levar o seu plano avante. No Mercado, Nazaré conta a Toni que já recuperaram Yara, mas que Heitor fugiu com o dinheiro e que já perdeu a esperança de alguma vez o apanharem. Toni convida Nazaré para comerem umas ameijoas quando chega Juliana e Nazaré, de propósito, acaba por sujá-la com uma cerveja fingindo um pequeno acidente. Já com Yara nos braços, Érica diz a Luís que já não quer fugir pois se a mãe depois a descobre acaba por ficar sem a filha novamente e depois do que se passou isso para ela não é uma opção. Luís apoia a decisão da namorada.

RESUMO NAZARÉ – capítulo 168, quinta, 06 de janeiro

Na casa dos Carvalho, Sofia fala com a filha e conta-lhe o que Heitor fez. Carol não quer acreditar e nega-se a qualquer conversa sobre o pai. Sofia diz que vão jantar a casa de Nazaré, mas Carol já tinha planos para ir a casa de uma amiga. No armazém abandonado, Heitor começa a contar o dinheiro enquanto revê fotografias da família e fica emocionado. Isabel vai ao Lar e confronta João com o teste falso que lhe apresentaram e diz que vai tomar medidas. Floriano defende-o e espanta Isabel para a saída, mas ficam ambos com medo do que esta possa vir a fazer a seguir. Na casa Silva, Ismael entra muito nervoso e Glória diz que só o chamou para falarem da carta que ele lhe escreveu. Ismael olha Glória com paixão e diz que não consegue continuar a negar que está apaixonado por ela e beija-a com paixão. Glória cede à tentação e leva Ismael para o quarto.

Nuno vai ao encontro de Verónica e pergunta-lhe porque não lhe pediu ajuda para recuperar Yara das mãos de Heitor. Verónica diz-lhe que não queria meter a vida da neta em perigo e achou mais prudente pedir ajuda a Laura. Verónica começa a manipular Nuno, sendo sedutora, e Nuno deixa-se ir. Verónica e Nuno começam a beijar-se intensamente, ele pergunta-lhe se quer que pare e Verónica diz que não. Bárbara recorda a conversa que teve com a mãe e quando Duarte aparece diz que está sem apetite e que ele pode jantar sem ela. Duarte não quer que ela vá para a cama sem comer e mostra preocupação por causa do bebé. Duarte vai para o banho, Bárbara faz uma chamada e sai. Sofia está pronta para sair de casa para ir jantar com Nazaré quando abre a porta e vê Heitor. Heitor diz que a veio buscar e que se vão embora com os filhos. Sofia, em pânico, diz que não vai com ele a lado nenhum e começam a lutar.

Nazaré, em casa, liga para Sofia e estranha o seu atraso. No Mercado, Toni está à frente de Bárbara quando esta lhe diz que precisa da sua ajuda. Toni fica em choque quando Bárbara lhe pede que a ajude a ter um filho. Heitor e Sofia continuam a lutar, ela já está muito cansada e cede a alguns golpes. Ainda tenta fugir, mas Heitor apanha-a, beija-a à força e diz que vai levá-la com ele a bem ou a mal. Neste momento, chega Nazaré. Heitor segura a ex-mulher, magoando-a, enquanto Sofia chora e olha suplicante para Nazaré. Nazaré consegue bater em Heitor e ele larga a amiga. Os dois lutam e Heitor diz a Sofia que nunca vai desistir dela e foge. Nazaré ampara a amiga, que respira de alívio. No Mercado, Toni está em choque com a proposta de Bárbara enquanto esta lhe explica que não consegue engravidar naturalmente e, por isso, precisa de um dador para fazer fertilização in vitro. Bárbara tenta manipular Toni explicando que, com este plano, ficam os dois bem, ele com Nazaré e ela com Duarte. Toni não sabe o que dizer.

Já na Quinta, Bárbara diz a Duarte que foi comprar à farmácia uns comprimidos que a ajudem a dormir. Duarte fica preocupado e é carinhoso com ela dizendo que, acima de tudo, a quer proteger e ao bebé. Bárbara sente-se culpada. Em casa dos Carvalho, Sofia já está acompanhada de Matias, enquanto o inspetor Santos diz a Sofia que vai por homens atrás de Heitor e lhe pede que não fique sozinha em casa e que, tanto ela como Carol, tenham cuidado e andem sempre com o telemóvel. Matias está muito preocupado e diz a Sofia que vai lá dormir em casa. Ela acede e ele força a conversa de admitirem a Carol que estão juntos. Sofia tem receio que, neste contexto, não seja a melhor altura. Em casa dos Silva, Glória lê novamente a carta de amor que Ismael lhe escreveu. Está completamente enfeitiçada. Mal Toni entra, Glória apressa-se a esconder a carta. Toni conta que já arranjou forma de ganhar dinheiro e Glória avisa-o que não o quer outra vez na prisão.

Bernardo conta à mãe que Heitor atacou Sofia e tentou levá-la à força. Verónica fica nervosa quando percebe que Heitor continua à solta e Bernardo diz à mãe que ele tem muita coisa contra ela. Verónica, tentando disfarçar o pânico, diz que já deu a Heitor o dinheiro que ele pediu e que ele não tem mais motivos para a perseguir. Em casa dos Silva, Nuno conta a Nazaré e a Toni do plano para apanhar Heitor. Nuno acha que deviam usar Sofia como isco, mas Nazaré sente que pode ser muito arriscado. Toni não ouve nada, só consegue pensar na proposta de Bárbara.

Na Quinta, Bárbara fala com Duarte sobre trabalho enquanto Duarte lhe expressa a sua preocupação, diz que ela tem de descansar e que, depois de o bebé nascer, poderá retomar ao ritmo normal. Bárbara acede e, mal Duarte vira costas, envia uma SMS a Toni a pedir uma resposta à sua proposta. Toni está a abrir a banca quando recebe a SMS de Bárbara. Toni só responde que ainda está a pensar. Bárbara chega a casa de Dolores e pergunta à mãe qual era a urgência. Dolores quer saber se Bárbara já contou a verdade a Duarte. A filha nega e diz que não lhe vai contar nada pois já arranjou um plano e vai engravidar. Dolores, de cabeça perdida, chora e implora a Bárbara que acabe com esta farsa, mas Bárbara ameaça a mãe e coage-a a estar calada.

Bernardo fala com o primo, mas percebe que Duarte não ouve nada do que ele diz. Duarte confessa estar preocupado com Bárbara, diz que ela anda estranha e nervosa, e tem medo que isso afete o bebé. Duarte está determinado a perceber o que realmente se passa com a mulher. Matias e Toni preparam plano para dar um susto a Isabel e ver se a espantam de vez do lar e do mercado. Mais tarde, Duarte está ao telemóvel com um cliente e pede a Bernardo que vá ao seu quarto buscar umas faturas. Bernardo sobe ao quarto e começa à procura dos documentos e, quando abre a gaveta de Bárbara, vê um envelope com análises. Bernardo lembra-se da conversa de Duarte e da sua preocupação e decide abrir o envelope.

Bernardo é surpreendido por Bárbara, que lhe retira o envelope da mão, e muito irritada lhe pergunta o que é que ele viu. Bernardo confessa não ter visto nada, mas Bárbara fica preocupada pela sua mentira poder ter ficado comprometida. No Lar, Toni e Matias entram disfarçados e fingem um assalto, apertam com Isabel e ameaçam-na dizendo que se não desistir do lar e do mercado vai sofrer as consequências. Bernardo conta a Duarte o que se passou com Bárbara e diz ao primo que acha que ela está a mentir e que algo não está bem com ela ou com o bebé. Duarte garante que vai estar atento. Toni está confiante que Isabel vai desistir, mas João e Ismael estão com medo que Isabel se vingue e que a situação se vire contra eles.

Isabel chega ao restaurante para almoçar com a assistente e, através dos ténis de Matias e Toni, consegue perceber que são eles os “assaltantes” do lar. Na recepção do Hotel, Santos mostra a Laura mais um bilhete anónimo que diz “Libertem o Duarte. Ele é inocente”. Laura acredita que Duarte é inocente e reforça que, caso não existam mais provas, Duarte tem uma grande possibilidade de se safar desta situação. No quarto de Duarte, ele e o primo procuram os exames de Bárbara, mas não os encontram. Na casa Félix, Verónica e Nuno falam sobre Heitor quando a vilã sugere que Nuno se aproxime de Sofia para tentar chegar a Heitor. Nuno testa Verónica e questiona se ela também não poderá ser uma “presa” de Heitor. Verónica diz que Heitor já tem o que quer dela, que é o dinheiro, mas Nuno relembra-a que Heitor ainda não se vingou por Verónica o ter traído. Verónica começa a desconfiar da posição de Nuno.

RESUMO NAZARÉ – capítulo 169, sexta, 07 de janeiro

Quando Bárbara chega a casa, Duarte diz-lhe que quer acompanhá-la à próxima consulta médica pois Bernardo falou com ele e mostrou preocupação com o estado de nervosismo dela. Bárbara fica em pânico e sem saber o que fazer. Nazaré vai à Quinta e conta a Duarte a conversa do inspetor Santos. Duarte agradece-lhe e diz que o seu advogado já o tinha posto ao corrente da situação. Duarte pede desculpa a Nazaré, diz que foi uma besta por a ter feito acreditar numa segunda oportunidade. Olham-se emocionados e percebemos que ainda gostam um do outro. Na Atlântida, Bárbara fala com uma grávida e pede-lhe as ecografias garantindo que lhe paga o dobro do que pagou pelas análises. De seguida, envia uma SMS a Toni a pressioná-lo para obter uma resposta. Santos vai à Quinta, ter com Duarte, que pensa que o inspetor lá está para lhe tirar a pulseira. Santos nega e diz que apareceram mais provas que voltam a colocar Duarte como o principal suspeito da morte de Félix. Duarte fica cada vez mais tenso e garante ao inspetor que não matou o tio. Santos fala da aplicação GPS que Duarte tinha para seguir Félix e do rastreio que fizeram onde perceberam que Duarte esteve no local do acidente à hora do acidente. Duarte admite que esteve lá e que não pediu ajuda, quando se arrependeu e voltou atrás foi quando se deu a explosão. Santos diz-lhe que arranje boas provas pois a situação não está famosa para o seu lado.

No dia seguinte, já com o Mercado a funcionar, Toni é apanhado a vender meixão e acaba por ser detido. Na Atlântida, Isabel conta a Verónica o seu plano triunfal que levou à detenção de Toni quando Ermelinda e João aparecem e lhe propõem a compra do Lar. Isabel, em tom jocoso, diz-lhes que não têm dinheiro. Nuno vai a casa dos Carvalho e conta a Sofia que tem um plano para apanhar Heitor, mas que precisa da sua ajuda. Carol é desagradável quando percebe que Matias anda a dormir lá em casa. Érica e Bernardo falam sobre as novas provas contra Duarte e mostram-se preocupados com a possibilidade de o primo ir preso. Verónica chega, nesse momento, e os irmãos calam-se. Verónica força-os a contar o que se passa e Érica acaba por dizer que apareceram provas de que Duarte esteve no local do acidente. Verónica aproveita para manipular os filhos a seu favor, mas Bernardo diz que acredita em Duarte. Na Quinta, Duarte desabafa com Bárbara pois está com muito medo de ir preso.

Duarte desabafa com Bárbara quando Verónica chega. Duarte pede-lhe que saia enquanto Verónica lhe diz que o mais sensato, visto que irá preso, é vender-lhe a Atlântida. Antes de sair, Verónica conta o que Bárbara tem andado a fazer na empresa, dizendo que despediu colaboradores e optou por fornecedores com produtos mais baratos e que podem comprometer a qualidade do mobiliário da Atlântida. Duarte fica em choque. Já sozinhos, Duarte e Bárbara discutem. Ela tenta justificar que não tinha outra alternativa e que não lhe contou nada pois não queria preocupá-lo. Duarte relembra Bárbara que a empresa é dele e que é ele quem toma as decisões. Grande alvoroço no Mercado quando chega um oficial de justiça a ordenar que o Mercado seja encerrado. Isabel assiste a tudo com uma satisfação tremenda. Glória e Dolores acusam Isabel de ter arranjado este esquema e ter culpado Toni para agora aproveitar e fechar-lhes as portas. Isabel, firme, diz-lhes que o Mercada estará encerrado e que esta é a oportunidade que têm para vender as bancas e ganhar algum dinheiro. Os vendedores, em fúria, expulsam Isabel do Mercado enquanto Toni, de sorriso amarelo, olha para toda a situação não sabendo como se justificar.

Bernardo e Nazaré vão ao Hotel pedir a Laura que lhe arranje uma cópia dos bilhetes anónimos que estão a chegar à PJ. Laura avisa-os que está uma investigação em curso e que eles não podem nem devem intrometer-se. Bárbara apanha Nazaré a ligar a Duarte e atende a chamada. Duarte chega ao pé dela e Bárbara, vitimizando-se, diz que põe o seu lugar na Atlântida à disposição e que se Duarte assim entender arruma as suas coisas e sai de casa. Sem lhe dar hipótese de resposta, Bárbara finge sentir uma dor forte no abdómen e Duarte corre a socorrê-la. Já deitada na cama, e a ser assistida por uma médica cúmplice, Bárbara faz com que Duarte se sinta culpado. Duarte acha que seria mais prudente irem ao hospital, mas Bárbara opõem-se e a médica diz não ser necessário. Quando esta sai, Duarte pergunta a Bárbara se se quer mesmo separar e ela nega enquanto o vai manipulando para manter a farsa da gravidez. No Mercado, Matias arruma a banca visivelmente desanimado e angustiado com o fecho. Sofia aparece, tenta animá-lo, e dá-lhe um beijo. Vemos Carol que os observa, escondida. Toni e Matias chegam ao Restaurante quando apanham Glória e Ismael a dançar. Furiosos, os irmãos tentam bater em Ismael, mas Glória afugenta-os com o seu facalhão. Carol está transtornada por ter visto a mãe aos beijos a Matias e a ter apanhado a mentir. Sofia chega, e mentindo à filha, diz que não encontrou nada na mercearia. Carol tenta, às escondidas de Sofia, ligar a Heitor que não atende. Sem saber como enfrentar a mãe, Carol diz que não quer jantar e sai para o quarto. Na Quinta, Bárbara acorda Duarte aos beijos enquanto lhe mostra o DVD com a ecografia. Quando Duarte sai, Bárbara envia uma SMS desesperada a Toni a dizer que precisa de uma resposta urgente.


A HISTÓRIA

Logo da novela Nazaré
Novela Nazaré (Foto: Reprodução)

Ambientada na vila de Nazaré, localizada no distrito de Leiria, a 99 km de distância de Lisboa, a trama vai contar vai mostrar a história de luta da protagonista para ajudar sua mãe, Matilde, que sofre de um tumor cerebral. De origem humilde, Nazaré vai precisar de muito dinheiro para pagar o tratamento da mãe. Isso porque o único especialista nesse tipo de tumor atende apenas em Londres. Mesmo passando por sessões de radioterapia, a doença de Matilde não regride, agravando o estado de saúde dela e preocupando Nazaré cada vez mais.

Para poder salvar a vida da mãe, a jovem acaba se envolvendo em um dos esquemas de seu namorado, Toni, que não larga o crime. Porém, os caminhos de Nazaré e Duarte se cruzam quando ele sai de uma balada bêbado e tropeça na moça, que está ali vendendo seus pãezinhos. Ele é um playboy que não sabe o que fazer da vida. O pai dele, Antônio (Virgílio Castelo), é um magnata da indústria de móveis que quer que o filho o suceda na presidência de sua empresa, a Atlântida. Nazaré será obrigada a trair seu namorado com Duarte sem saber que pode estar se envolvendo em um problema muito maior do que imagina.

ELENCO E PERSONAGENS

Carolina Loureiro como Nazaré Gomes

Atriz Carolina Loureiro da novela Nazaré
Foto: Divulgação

Nazaré é uma jovem de origem humilde e que luta muito para poder pagar o tratamento da mãe que sofre com um tumor no cérebro. Foi abandonada na infância pelo pai, que cometeu um homicídio. Acaba aceitando o plano de Félix e Verônica contra Duarte, tudo para conseguir dinheiro para pagar um cirurgião em Londres, o único capaz de salvar a vida de Matilde, sua mãe.

Afonso Pimentel como Toni Silva

Ator Afonso Pimentel da novela Nazaré
Foto: Divulgação

Inicia na novela como namorado de Nazaré. Criminoso, ele não pretende desistir da vida do crime tão cedo. Sua vida se resume em dar golpes para conseguir dinheiro fácil. As únicas pessoas em que ele confia são Nazaré e seu irmão Matias (Pedro Souza).

José Mata como Duarte Blanco

Ator José Malta da novela Nazaré
Foto: Divulgação

Duarte é um mauricinho, filho de um magnata da indústria madeireira dono da empresa Atlântida. Sempre teve tudo do bom e do melhor. Sua vida muda quando conhece Nazaré. Ela será a única pessoa que o fará repensar suas atitudes e mudar de vida.

Albano Jerónimo como Félix Blanco

Ator Albano Jerónimo da novela Nazaré
Foto: Divulgação

Vilão da novela, Félix é um homem ambicioso e se escrúpulos. Ele é marido de Verônica e sócio minoritário e vice-presidente da Atlântida, que é de seu irmão Antônio. O casal tem dois filhos: Bernardo (Guilherme Moura) e Érica (Joana Aguiar).

Sandra Barata Belo como Verônica Blanco

Atriz Sandra Barata Belo da novela Nazaré
Foto: Divulgação

Verônica é mulher de Félix e mãe de Bernardo e Érica. Ela trabalha como designer de móveis da Atlântida. Assim como o marido, é ambiciosa e capaz de qualquer coisa para conseguir o que quer.

Outros nomes:

  • Filipa Areosa – Bárbara Soares Blanco;
  • Rogério Samora – Joaquim Gomes/Carlos Sampaio;
  • Custódia Gallego – Matilde dos Santos Gomes;
  • Inês Castel-Branco – Laura Vaz;
  • Rui Unas – Heitor Carvalho;
  • Ruy de Carvalho – Floriano Marques;
  • Márcia Breia – Ermelinda Marques;
  • Carlos Areia – João Pereira;
  • Luísa Cruz – Glória Silva;
  • Gonçalo Diniz – Gonçalo Vaz;
  • Carla Andrino – Dolores Soares;
  • Bárbara Norton de Matos – Sofia Carvalho;
  • Pedro Sousa – Matias Silva;
  • Liliana Santos – Cláudia Fontes;
  • Tiago Aldeia – Ismael Pinto;
  • Guilherme Moura – Bernardo Maria Telles Blanco;
  • Raquel Sampaio – Olívia Carla Dias Pereira;
  • Joana Aguiar – Érica Telles Blanco;
  • Madalena Aragão – Carolina Carvalho;
  • João Maneira – Cristiano Vaz;
  • Laura Dutra – Ana Vaz;
  • E outros.

TRILHA SONORA

Protagonistas da novela Nazaré
Foto: Divulgação
  1. Xutos & Pontapés – À Minha Maneira;
  2. Ana Bacalhau – Passo a Tratar-me por Tu;
  3. Anjos – Para Longe;
  4. Micaela – Louco Por Ti;
  5. Fado Lelé – Fado Lelé;
  6. Xutos & Pontapés – Dá Um Mergulho;
  7. Carlos do Carmo – Fado dos Cheirinhos;
  8. Expensive Soul – Amar É Que É Preciso;
  9. David Fonseca com Márcia – Deixa Ser;
  10. Luís Sequeira – Se ao Menos Eu Te Odiasse;
  11. April Ivy – Tell Me Baby;
  12. Tonicha – Fadinho da Comida;
  13. Jorge Palma – Estrela do Mar;
  14. Matias Damásio – Teu Olhar;
  15. Anaquim – Anda Por Aí um Bicho;
  16. NBC – Espelho;
  17. Via & Miguel Araújo – Já Não Sei Quem Sou;
  18. Salvador Sobral – Anda Estragar-me os Planos;
  19. Emanuel – Pimba Pimba.

TEMA DE ABERTURA

Música: O Sol
Artista: Vitor Kley
Data de lançamento: 2017

3 comentários em “Resumo Nazaré: último capítulo (14/01/2022)

  • 28/12/2021 - 20:42 em 20:42
    Permalink

    Alguém pode me informar quando é que vão tirar a retardada da personagem da Carol dessa novela, Já Deu, o pai dela espanca por anos a mãe dela, deixa ela em coma por meses e a vaquinha ainda quer que ele tenha uma vida em família normal, isso é irritante.

    Resposta
  • 23/12/2021 - 20:53 em 20:53
    Permalink

    Gente o maior absurdo e depois de tantas armadilhas o Duarte ter a cara de pau de chamar a Verônica de “minha tia” qual foi a parte que não explicaram para o escritor dessa novela que a Verônica não é nada do Duarte, ou seja, é uma verdadeira estranha, nem parente ela é, o Félix sim era irmão do pai dele, ou seja, mesmo sangue, mesmo sendo um criminoso.

    Resposta
  • 10/12/2021 - 12:14 em 12:14
    Permalink

    A Globo acertou em iniciar uma novela inédita e sem a chamada “bainha” (com enredo dinâmico) na reta final que a Band está com Nazaré. Está difícil de assistir uma novela em que protagonistas, de fato, são os personagens Verônica e Heitor! Até assistir por mais tempo o JN, está sendo melhor!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.