Marco Pigossi fala sobre papéis repetidos na Globo e comenta sua saída da emissora

Marco Pigossi fala sobre papéis repetidos na Globo e comenta sua saída da emissora

Marco Pigossi
Foto: Divulgação

Na Globo desde a década passada, Marco Pigossi se desligou do canal carioca após o fim do seu trabalho em Onde Nascem os Fortes, a última novela das 23 horas.

Ao Uol, Pigossi contou um pouco mais sobre o seu desligamento da Globo e sobre seus novos projetos de trabalho, além de ter relembrado semelhanças entre vários papéis que viveu nas novelas.

“Você entende que numa empresa enorme, que faz aquilo de forma industrial, é necessário que esse papel (galã) seja preenchido, claro. Mas, ao mesmo tempo, como artista, tinha a necessidade de mudança, de brincar com outras coisas”.

E acrescentou: “Pedi um ano para fazer cinema. E isso foi muito decisivo para ver que eu precisava fazer, experimentar outras coisas. E tem uma coisa também. Você começar a tomar um pouco a rédea da sua própria carreira. O que eu quero pra mim como artista? O que me movimenta? Sair de uma estabilidade financeira já te traz uma coisa que é a do artista”, alega Pigossi.

+ O Tempo Não Para: Monalisa e Vera Lúcia planejam sequestro de Amadeu

“Qualquer artista, em qualquer lugar do mundo, não tem carteira assinada, é um cara da vida, vai onde tem os personagens. Eu tive essa necessidade de tomar a rédea da minha carreira. O que eu quero pra mim?”.

“Essa vontade de procurar outras coisas estava muito gritante em mim, há muito tempo. Porque, por mais que você altere de horário, a novela é o mesmo formato. Você tem ali de 40 a 60 minutos de material bruto, diários, num período de oito a dez meses. E por ser um formato muito fixo, muito padrão, os personagens acabam sendo muito padrões também, muito fixos”.

“Do Bento, o florista em “Sangue Bom”, ao aviador de “Boogie Oogie”, ao policial Dante (“A Regra do Jogo”), o caminhoneiro Zeca (“A Força do Querer”)… Por mais que eu tentasse diferenciá-los, no fundo, no fundo, todos têm a mesma função dramatúrgica. Eu já sabia o que ia acontecer antes mesmo de receber os capítulos das novelas” disse Pigossi ao Uol.

E ele revelou como percebeu que precisava de mudanças: “Em 2016, consegui tirar um tempo para fazer cinema (“A Última Chance” e “O Nome da Morte”). Foi um baque para mim. É como se tudo voltasse a fazer sentido. Vi que poderia fazer coisas diferentes. Aí eu falei: Eu preciso estar sempre em movimento, porque senão eu vou enlouquecer”.

Vale dizer que o ator está no elenco de Tidelands, da Netflix.

Marco Pigossi. Foto – divulgação.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *