Maíra descobre testemunha que viu Flora matar Salvatore e fica perto de tirar Donatela da prisão

Maíra em cena de A Favorita (Foto: Reprodução)
Maíra em cena de A Favorita (Foto: Reprodução)

Em A Favorita, exibida pela Globo no Vale A Pena Ver de Novo, Donatela (Claudia Raia) acabará sendo presa em função de um crime que não cometeu. Ela será condenada pela morte de Salvatore (Walmor Chagas), sendo que Flora (Patrícia Pillar) será a autora do crime com a ajuda de Dodi (Murilo Benício).

Mas, Maíra (Juliana Paes) conseguirá uma prova capaz de inocentar Donatela. Tudo começará quando Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) pedir ajuda da jovem para descobrir provas da inocência de sua amada. Ela aceitará a proposta do homem e descobrirá que uma pessoa chamado Baiano (Luiz Ramalho), vigia de um armazém próximo aonde Salvatore morreu, testemunhou o crime. Ela, então, decidirá procurá-lo.

Veja também – Perdas! Atores de A Favorita que já morreram e deixam saudade até hoje

O homem afirmará que não viu Donatela próxima ao local do crime. Mas, afirmará que viu um homem e uma mulher nas redondezas no dia da morte. “O senhor não ouviu nomes, ouviu?”, questionará a jornalista. “Foi por esses nomes que eles se chamaram… Flora e Dódi”, dirá Baiano, fazendo a jornalista chegar a conclusão que eles foram os assassinos.

. A trama foi escrita por João Emanuel Carneiro (mesmo autor de Avenida Brasil), protagonizada por Claudia Raia e antagonizada por Patrícia Pillar em 197 capítulos. A produção da Globo contou ainda com Mariana Ximenes, Cauã Reymond, Murilo Benício, Carmo Dalla Vecchia, Ary Fontoura e Giulia Gam no elenco principal.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.