Jezebel surpreende comparsas e anuncia plano para unir Danilo e Ana Francisca: “Não via vantagem, mas agora enxergo”

Jezebel, Danilo e Ana Francisca em Chocolate com Pimenta. (Foto: reprodução)

Em Chocolate com Pimenta, Jezebel (Elizabeth Savalla) não desistirá de promover golpes para tentar tirar vantagem de algo, ainda mais agora que sofreu punições severas de Ana Francisca (Mariana Ximenes), que decidiu expulsar a vilã da sua casa e tirá-la do cargo de diretora da fábrica de chocolate ao descobrir a participação dela no plano para sequestrar Tonico (Guilherme Vieira).

Agora, a megera terá a ideia de um plano que terá um lado positivo, apesar da sua ganância por trás dele. Em uma reunião com seus comparsas, Conde Klaus (Cláudio Corrêa e Castro), Vivaldo (Fúlvio Stefanini) e Terêncio (Ernani Moraes), ela anuncia a ideia de unir Ana e Danilo (Murilo Benício).

Os comparsas, no entanto, não entendem qual vantagem teriam com isso, mas ela tratará de deixar tudo claro para eles. “Senhores, parece que vocês não pensam. Eu morei junto com a viuvinha e via muitas vezes o Danilo a cortejando. Na época não via vantagem, mas agora enxergo”, dirá.

Jezebel detalha plano para unir Ana e Danilo

Klaus, no entanto, quer saber mais detalhes dessa história. “O senhor prefeito sempre nutriu uma paixão silenciosa pela minha pessoa e me pediu em casamento”, falará Jezebel. “É verdade, a Jezebel foi a minha grande paixão na juventude. E essa lembrança faz o sangue arder nas veias”, falará o político.

“Mas que amor interesseiro. A senhora está na rua da amargura, a viuvinha prometeu uma boa doação ao candidato da oposição nas próximas eleições. O que eles chamam de casamento não passa de uma sociedade”, comentará Terêncio.

Veja também: resumo dos próximos capítulos de Chocolate com Pimenta

“Parem! Só quero saber das vantagens. Quais são em unir o Danilo e a viuvinha?”, questionará o banqueiro, já impaciente. “Se o Danilo se casar com a viuvinha, seremos parentes. E é claro que ela devolverá a diretoria a mim”, explicará a megera. “E eu terei dinheiro para a minha campanha política”, comemorará Vivaldo.

“Claro, meu amor. Enquanto ao senhor, delegado, eu como diretora da fábrica poderei mandar tirar o depósito de lixo que está perto dos terrenos do senhor. Quem sabe até poderei comprar os terrenos por um bom preço. E também voltarei a fazer depósitos no seu banco, conde”, dirá Jezebel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.