Final: Leonardo paga por suas maldades e tem desfecho cruel após atitude da própria filha

(Foto: Reprodução)

A Favorita tem diversos personagens odiados pelo público pelas maldades que cometem, mas sem dúvidas, um dos que mais geram repulsa nos espectadores é Leonardo, vivido por Jackson Antunes.

Agressivo e preconceituoso, Leonardo é um mau-caráter da pior espécie, chegando a bater na mulher, Catarina (Lília Cabral), e até expulsar de casa a filha, Mariana (Clarice Falcão), após descobrir que ela estava grávida. Na reta final da trama, no entanto, ele terá um desfecho cruel, mas que ocorrerá de forma surpreendente, ao ser abandonado por todos.

O crápula passará dos limites mais uma vez ao tentar estuprar Stela (Paula Burlamaqui), mas vai parar atrás das grades ao ser preso em flagrante pelo crime, o que dará um pouco de paz para sua família. Tempos depois, no entanto, ele será solto e vai procurar Mariana, que estará cuidando da filha recém-nascida ao lado de Shiva (Miguel Rômulo).

Leo ainda tentará fazer um afago no bebê, mas Mariana trata de afastar a criança dele e o ignora. O vilão diz que cumprirá o resto da sua pena em liberdade e que retornará a sua terra, mas a filha o despreza, deixando-o no limbo, e afirma que, até mesmo na sua cidade natal, ninguém mais sente falta dele. O crápula terminará sozinho, afogado na bebida, e não conseguirá mais se firmar.

Ator apanhou na rua por causa do personagem

Para se ter uma ideia de como o personagem vivido por Jackson Antunes era odiado na época de exibição de A Favorita, o ator já chegou a apanhar na rua e passar por maus bocados para conseguir terminar as gravações da novela.

Em 2008, a estrela relatou que estava em uma rua do Rio de Janeiro, quando se deparou com um homem, que ficou bastante agressivo ao ver o ator, e não se importou nem mesmo com o fato do veterano estar acompanhado do filho e com uma bengala, em virtude de uma lesão na perna.

Veja também: Flora perde tudo o que conquistou, volta a ser pobre e vira foragida da polícia

Eu cheguei na banca com meu filho e vi que havia um homem. De repente, ele virou para mim e começou a falar mal da televisão. Quando ele me empurrou, eu me desequilibrei porque estava usando bengala por conta de uma lesão na perna esquerda, a mesma em que tive uma trombose há 13 anos”, relatou o ator em entrevista ao Jornal do Brasil na época.

“Só que, desequilibrado, precisei me apoiar na [perna] direita e acabei sofrendo um princípio de outra trombose”, completou o veterano, que com fortes dores na perna, precisou se dirigir até um hospital, onde ficou internado por três dias para se tratar.

Para concluir as gravações de A Favorita, o ator, inclusive, precisou ficar em uma cadeira de rodas e contar com o auxílio da esposa. “Boa parte da novela eu fiz na cadeira de rodas, minha esposa me acompanhava, aplicando remédio na minha barriga”, revelou Jackson, afirmando ainda que se sentia mal por fazer o personagem e chegava a pedir desculpas a Lília Cabral a cada cena de embate entre os dois.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.