Com graves problemas, atriz esperou fim de trabalho na Globo para tomar decisão trágica

Ariclê Perez ficou conhecida por grandes trabalhos (Foto: Divulgação)

Uma situação delicada e pouco comentada acabou vitimando uma atriz conhecida da TV brasileira. Ariclê Perez começou sua carreira na extinta Tupi, quando estreou como atriz na novela Canção para Isabel (1976).

Veja também – Grande nome das novelas da Globo, ator perdeu a vida em incêndio no próprio apartamento

Depois, decidiu deixar de lado os holofotes e passou um tempo sem novos trabalhos. Foi na Globo, em 1989, que ela teve a oportunidade de encerrar o hiato de quase 20 anos depois da fase atuando na Tupi.

A oportunidade recebida pela emissora carioca foi como um impulso para um período de grandes atuações. Em 1991, por exemplo, chamou atenção com a Ametista da novela Felicidade. Foi, provavelmente, sua personagem mais lembrada.

Veja também – Conheça a história da atriz que morreu no meio de novela por excesso de trabalho

Mas também a Rosa Maria de Meu Bem, Meu Mal (1990), a Elisinha Jordão em Anjo Mau (1997) e dentre outras. Com frequência, Ariclê participava de minisséries. Foi inclusive ao fim de uma que ela teria tomado uma decisão trágica.

Dois dias depois da exibição do último capítulo de JK (2006), onde a atriz participava como a mãe do Juscelino Kubitschek, ela foi encontrada na garagem do edifício em que morava. Já estava sem vida, diante da altura que acabou caindo da janela de seu apartamento.

Antes da situação lamentável, Perez não aparecia em público. Estava morando sozinha e enfrentava um quadro grave de depressão. Sua família nunca divulgou a causa da queda, em que as autoridades afirmavam ter sido acidente. Entretanto, percebe-se um claro cenário de suicídio.

Veja também – Revoltada com desorganização, autora deixou novela pelo meio e virou nome proibido na Globo

A irmã de Ariclê Perez afirmou em depoimento para os policiais que a atriz piorou depois da personagem de JK. “Por conta da depressão, a atriz, em alguns momentos, respondia a perguntas corriqueiras como se estivesse incorporando a personagem da tevê. Isso é compreensível, em caso de depressão”, disse o delegado Gilmar Camargo Bessa, na época.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *