Velhaca? Globo é acusada de calote por ex-galã dos anos 2000; saiba quem!

O ator teve papel de destaque em Mulheres Apaixonadas (Foto: Divulgação)

A Globo costuma ter seu nome envolvida em diversos temas espinhosos. Entre as principais acusações, muito se fala dos supostos testes do sofá. Até o momento, ninguém tinha chamado a emissora carioca de caloteira.

Veja também – Hoje aos 44 anos, ator de Vamp virou morador de rua após diagnóstico de esquizofrenia

Só que, uma afirmação feita por um ator que passou por grandes novelas tem feito os globais serem chamados também de mau pagadores. Para que tenhamos noção de seu currículo, ele fez parte do elenco de folhetins como Rei do Gado, Vila Madalena, Esperança, Beleza Pura e muitas outras.

Quando apareceu em Mulheres Apaixonadas, contracenava ao lado de Natalia do Vale e interpretava o taxista galanteador Caetano. Ele deve a esta novela, exibida em 2003, grande parte de sua projeção nacional.

Porém, depois de Aruanas, não surgiram novos convites para retornar ao ar. Muito pelo contrário: atualmente, tem se contentado apenas em rever seus trabalhos, devido a exibição de reapresentações. E foi exatamente isto que parece ter dado espaço para ele contrariar seu antigo lugar de trabalho.

Veja também – Com marido em estado de saúde delicado, Marieta Severo instala UTI em casa

A empresa dos Marinho tem sido questionada por Paulo Coronato porque, segundo o ator, não foram pagos os valores devidos sobre os direitos de imagem que cabiam a ele. Portanto, foi iniciado um processo judicial para ser provado todas as vendas de títulos em que Coronato aparecia.

O ex-galã global não se contentou ao ser alertado por diversas pessoas próximas, que diziam vê-lo por todo canto do Brasil e do mundo. Isto porque, os valores pagos pelas vendas de novelas em que ele aparecia não estariam sendo justos o suficiente.

Ao pedir esclarecimentos à Globo, Paulo Coronato foi impedido e por isto resolveu procurar pelos seus direitos. No entanto, o ator foi rebatido e os globais disseram ter pago corretamente tudo o que devia a seu ex-funcionário, negando qualquer tipo de calote.

Veja também – Demissão amaldiçoada? Saída de Stênio Garcia da Globo fez praga ser rogada a autor

A Justiça, por sua vez, garantiu que a Globo se mantivesse em silêncio sobre a venda de seus títulos. De acordo com informações do Splash, a juíza Beatriz Cabezas declarou ser indevida a solicitação de Coronato para que a emissora carioca prove a quem e como vendeu suas novelas, entendendo o caso como encerrado.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *