Veja 5 novelas mexicanas infantis que o SBT fez questão de estrear rapidamente no Brasil

Cúmplices de um Resgate é um exemplo de novela que estreou rápido no Brasil (Foto: Divulgação)

Não é nenhuma novidade o que tem feito o SBT de uns tempos para cá com relação mais especificamente a última faixa de novelas da tarde, e que antecede diretamente a programação local noturna.

Veja também – Após seis anos apagado da mídia, protagonista de Mar de Amor faz desabafo

Se Nos Deixam é um grande exemplo de novela que estreou no Brasil muito rapidamente depois de ter sido lançada em seu país de origem. Listamos a seguir outros casos semelhantes adotados pela emissora de Silvio Santos:

Carrossel 2

Com a intenção de reviver os altos índices de audiência registrados por Carrossel no início dos anos 90, o SBT apostou alto ao trazer a volta de Carrossel em uma versão mexicana repaginada, feita no início dos anos 2000.

Carrossel 2 não fez o mesmo sucesso que o primeiro filme (Foto: Divulgação)

A frustação ficou evidente porque o novo Carrossel mexicano não rendeu tanto quanto esperado. A exibição aconteceu em nosso país após apenas seis meses do lançamento lá no México.

Maria Belém

Sabendo muito bem o quanto estes tipos de novelas costumam render, seguiu-se a mesma lógica adotada por Carrossel 2 ao adquirir os direitos de exibição por um tempo recorde em relação aos demais títulos.

Veja também – O fim de uma grande carreira: Conheça a história da atriz que deixou as novelas após perder a voz

Remake de um clássico dos anos 70 da Televisa, Maria Belém ganhou espaço nas telinhas brasileiras após exatos 197 dias de sua estreia original, mesmo tempo de Carrossel 2.

Cúmplices de um Resgate

Muito antes da versão brasileira de Cúmplices de um Resgate, devemos lembrar que no início dos anos 2000 esteve indo ao ar pelo SBT a primeira versão da novelinha e que marcou a infância de muitos.

Veja também – Cinco casos de atores mexicanos que morreram de forma trágica

A historinha das gêmeas de personalidades completamente distintas chamou tanta atenção dos executivos do canal de Silvio Santos que acabou estreando por aqui em tempo recorde: menos de seis meses depois da estreia no México.

Vovô e Eu

Este caso é lembrado principalmente porque era a época em que Ludwika Paleta participava costumeiramente das novelas, em papéis principais. Provavelmente observando o destaque da atriz, Vovô e Eu entrou na sacola de compras do SBT.

Vovô e Eu teve um grande investimento no Brasil (Foto: Divulgação)

Aos serem adquiridos os direitos após pouco mais de 90 dias da estreia no México em 1992, a diferença entre a exibição no Brasil e no México era pequena. A estratégia deu tão certo que a Televisa lançou um disco de músicas da novela especialmente para o nosso país.

Amy, a Menina da Mochila Azul

Em primeiro lugar neste ranking, sem nenhuma outra até hoje despontando ou ameaçando retirar esta liderança, Amy, a Menina da Mochila Azul esteve sendo exibida apenas nove semanas depois da estreia no México.

Veja também – Gloria Perez fala abertamente pela primeira vez sobre o assassinato da filha: Saiba quanto tempo durou a gravação

Nunca foi reprisada e teve índices regulares, mas o SBT a colocou no ar exatos 64 dias depois da exibição por parte do Canal de Las Estrellas. Os mesmos 115 capítulos da versão mexicana foram veiculados no Brasil.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.