Silveirinha mata charada, descobre plano cruel de Flora e evita tragédia em cima da hora

(Foto: Reprodução)

Na reta final de A Favorita, Flora (Patrícia Pillar) vai sumir por um tempo após ser desmascarada e se tornar foragida, fazendo com que muita gente acredite que ela finalmente deixará todos em paz. Esse silêncio da vilã, no entanto, deixará Silveirinha (Ary Fontoura) com uma pulga atrás da orelha, acreditando que ela pode estar tramando algo.

Assim, o empresário decidirá procurar algumas ex-aliadas da megera na esperança de descobrir o seu paradeiro. Depois de conversar com Diva (Giulia Gam), Silveirinha vai atrás de Dorotéia (Karin Rodrigues), uma antiga colega de prisão de Flora, que se descuida e acaba entregando onde a vilã está. A mulher revela que a megera não está lá, mas que havia comentado com ela que iria em um casamento.

É nesse momento que Silverinha matará a charada, descobrindo que esse casamento é justamente o de Donatela (Claudia Raia) e Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia). Assim, o ex-comparsa da vilã vai às pressas até o local para evitar uma tragédia.

Flora se infiltra no casamento da protagonista com o jornalista para encontrar uma oportunidade de acabar com a vida dos pombinhos. Silveirinha, no entanto, consegue identificar a vilã, que está disfarçada como funcionária do bufê. O veterano vai atrás dela e a confronta. A loira estará com uma faca na mão e vai ameaçá-lo. “Danadinho! Me achou! Você sabe que eu não podia ficar fora dessa festa”, dirá a psicopata. “Chega! Você não vai fazer mal nenhum à Donatela!”, bradará Silveirinha.

Silveirinha descobre Flora no casamento e é feito refém

“Por quê? Você vai me impedir? Quem te viu, quem te vê, hein, Silveirinha! Virou santinho? Vai entrar pro convento dos monges beneditinos? Ou será que você vai entrar para o convento das carmelitas descalças”, falará a megera. “Você está em um caminho sem volta. Você não tem mais escapatória”, responderá o ex-marido de Cilene (Elizângela).

Veja também: resumo dos próximos capítulos de A Favorita

Vamos ver quem é que não tem mais escapatória”, dirá Flora, partindo para cima do veterano com a faca e conseguindo ferir o seu ombro. Debruçada sobre o rival, a vilã tentará finalizar o serviço: “Calma, Silveirinha, eu prometo que não vai doer nada!”. Porém, quando estará prestes a perfurar o veterano, será surpreendida pela chefe do bufê, que bate à porta e pede que ela se apresse para voltar ao trabalho. “Calma, Dona Rosa, já estou indo”, responderá a vilã, sem conseguir matar o ex-comparsa.

A loira, no entanto, fará Silveirinha refém e o deixará preso dentro de uma van para conseguir ir atrás de Donatela e Zé Bob, que já deixaram o local do casamento. Mais tarde, o empresário é encontrado por Rosa dentro da van e avisa que Flora foi atrás do casal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.