Novela das sete gospel? Confira cinco folhetins globais que retrataram evangélicos

Sheron Menezes protagonizará Vai na Fé
Sheron Menezes protagonizará Vai na Fé, nova novela das sete (Foto: Reprodução)

A Globo quer se reconciliar com um público que está em ascensão. Os evangélicos serão maioria no Brasil a partir dos próximos anos, e a líder de audiência televisiva no país não quer ficar para trás.

Veja também – Novela da Globo teve despacho de macumba em pleno horário nobre e causou revolta

Em meio ao aumento desta comunidade, a emissora carioca encomendou uma novela das sete em que a protagonista será evangélica. Intitulada Vai na Fé, a trama vai ser responsável por suceder Cara & Coragem.

No entanto, mesmo que discretamente, a Globo já teve a presença de personagens evangélicos em suas novelas. Para quem não se lembra, veja os casos a seguir:

Duas Caras

Polêmica novela da Globo, Duas Caras (2008) contava com um núcleo de evangélicos fervorosos. Era um grupo liderado por Edivânia (Susana Ribeiro), que combatia o pecado cara a cara com uma bíblia na mão.

Veja também – Pantanal é do cramulhão? Relembre cinco vezes que a Globo invocou o diabo nas novelas

Crente radical em Duas Caras (Foto: Divulgação)

Numa das cenas mais marcantes, o grupo tenta fazer um exorcismo enquanto Edivânia esbraveja: “Vou tirar o demônio do seu corpo e vai ser a pau e pedra”. Neste núcleo também faz parte Ezequiel (Flávio Bauraqui), o qual se torna pentecostal e vira pastor.

Veja também – Macumba para ter papel em Tieta: Hoje pastora, ex-atriz revela passo a passo para chegar ao auge

Avenida Brasil

Rainha da pornochanchada soft, a personagem Dolores (Paula Burlamaqui) se cansa da vida de promiscuidade em Avenida Brasil (2012). No entanto, a ex-atriz pornô era “possuída” constantemente pela personalidade anterior à sua conversão religiosa, sempre que ouvia Conga La Conga.

Dolores, personagem de Avenida Brasil (Foto: Divulgação)

Cheias de Charme

Outra novela das sete com a presença de evangélicos, Cheias de Charme teve a personagem Ivone (Kika Kalache), uma crente diferente das demais apresentadas nos folhetins globais.

Veja também – Ator de Pantanal detalha experiência real e macabra ao invocar diabo durante gravação

Ivone era a personagem evangélica de Cheias de Charme (Foto: Divulgação)

Apesar de querer ser perfeita, Ivone não gostava de interferir na vida de ninguém e nem tampouco forçava mudança na vida dos outros. A mulher era temente a Deus, acreditava na palavra sagrada e tinha uma vida simples de empregada doméstica.

Veja também – Grazi Massafera surpreendeu ao confirmar macumba nos bastidores da Globo: “Tem mesmo”

Amor à Vida

Novela responsável por protagonizar um beijo gay, Amor à Vida pode ser considerada uma salada de frutas. Isto porque, a história também trouxe um núcleo evangélico, destacando-se o caso de Valdirene (Tatá Werneck).

Cena de Amor à Vida em que mulher é convertida à religião evangélica (Foto: Divulgação)

Além de Valdirene, houveram cenas com outros personagens em momentos de conversão como era o caso de Maristela (Vera Mancini), que interpretava uma pregadora da palavra de Deus. A novela também contou com participações especiais de nomes da música gospel.

Veja também – Saiba 10 atores globais que já assumiram publicamente não acreditarem na existência de Deus

América

No folhetim de Gloria Perez, Juliana Paes interpretava uma crente hipócrita. A personagem de América (2005) se chamava Creusa, vivia pregando a palavra de Deus, mas na verdade era sedenta por homens. Na novela, ela acaba sendo desmascarada pela população e leva uma surra.

Juliana Paes era crente hipócrita em América (Foto: Divulgação)

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.