Morte, acidente, doenças e mais: Suposta praga destruiu novela global e sobrou até para autor

Bastidores de Esperança, na Globo (Foto: Divulgação)

Se você quiser um exemplo de puro azar, temos aqui uma situação concreta em que isto aconteceu. Não se associava a outra coisa, senão à um problema espiritual o que estava acontecendo na época da novela Esperança.

Veja também – Diretor da Globo teria protegido atores brancos e exposto negros à contaminação por Covid-19

De Benedito Ruy Barbosa, ele tentou fazer da trama uma continuação de Terra Nostra. Tanto é que ela era chamada de Terra Nostra 2. Quando passou a ser vendida para o mercado internacional, recebeu justamente esse título.

Mas, não era à toa que Esperança era enquadrada como uma nova versão da consagrada novela das nove de Benedito. Afinal, a temática de personagens imigrantes e dentre diversos outros detalhes alusivos ao folhetim de 1999 estavam presentes.

No entanto, o autor e a Globo nunca entraram em concordância sobre Esperança ser uma espécie de Terra Nostra 2. Inclusive, desde o início, os ventos sopravam contra a existência desta novela. Tanto é que, de tantas idas e vindas, teve até quem dissesse que existia alguma amarração ou espécie de praga nos bastidores.

Esperança foi intitulada de Terra Nostra 2 no exterior (Foto: Reprodução)

Ao ter que mudar os planos de fazer da novela uma continuação de Terra Nostra, os problemas começaram com o fato de que Benedito Ruy Barbosa não entregar os capítulos à tempo de serem gravados. Isto agravou as complicações de hipertensão do autor, que se viu em meio à uma intervenção.

Veja também – Entenda como novela das seis quase esteve na mira de um processo movido pela TV coreana

Os executivos globais assumiram os trabalhos da produção porque Ruy Barbosa se negava a dividir a autoria com algum colega. Walcyr Carrasco, então, se viu em meio à briga e foi colocado pela Globo como uma salvação, de acordo com matéria do jornal Folha de S. Paulo publicada na época.

Por volta da exibição do capítulo 149, uma notícia da revista Época revelou a verdadeira síncope ocorrida nos bastidores de Esperança. O ator Luís de Lima morreu e causou um desfalque na novela, pois interpretava o senhor Antônio.

O autor Benedito Ruy Barbosa (Foto: Divulgação)

Ao mesmo tempo, a produção se esforçava para evitar as consequências do alto número de afastamentos. Antonio Fagundes, Gilbert Stein e Priscila Fantini adoeceram e passaram a faltar as gravações. Nuno Lopes estava surfando em uma praia durante a folga das gravações, quando se acidentou das pernas.

Veja também – Confira cinco novelas brasileiras que foram interrompidas às pressas

Como se não bastasse, enquanto gravavam uma cena de agressão, Reinaldo Gianechinni e Ana Paulo Arósio se machucaram de verdade. O galã quebrou os dentes, enquanto Arósio torceu o tornozelo. Gianechinni voltou aos trabalhos três dias depois, mas a colega precisou se afastar.

Ou seja: a maré de azar era tão grande, que ninguém entendia de onde vinha tantos problemas ao mesmo tempo. Por pouco, a novela não teve a exibição prejudicada diante do alto número de inconvenientes.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.