Mar do Sertão: Cinco fatos que você precisa saber antes da estreia da substituta de Além da Ilusão

Família Tertúlio é um dos principais núcleos de Mar do Sertão (Foto: Divulgação)

Vem aí a nova novela das seis da Globo. Intitulada Mar do Sertão, a trama é escrita por Mario Teixeira, autor responsável por sucessos como O Cravo e a Rosa (2000), I Love Paraisópolis (2015), Liberdade, Liberdade (2016) e O Tempo Não Para (2018).

Veja também – Saiba tudo sobre a trilha sonora de Mar do Sertão, a próxima novela das 18h

Seu trabalho mais recente foi a série Passaporte para Liberdade (2021) e, de 2016 para cá, ele vem se destacando em projetos solos. A experiência do novelista começou em 1995, quando escreveu Tocaia Grande para a TV Manchete em parceria com Duca Rachid e Marcos Lazarini.

Em Mar do Sertão, será herdada boa parte da ruralidade e tradição enraizada em Pantanal, remake que está se aproximando da reta final. A novela tem estreia agendada para o próximo dia 22 de agosto e sucederá Além da Ilusão. A seguir, conheça cinco fatos importantes sobre o novo folhetim global:

Gravações no Sertão e Agreste brasileiro

Nada melhor do que retratar os recantos do nosso Brasil estando presencialmente nestes locais. É assim que Mar do Sertão pretende trazer as raízes da vegetação típica da Região Nordeste.

Isadora Cruz nos bastidores de Mar do Sertão
Isadora Cruz nas gravações de Mar do Sertão no Nordeste (Foto: Reprodução)

Boa parte das gravações ocorreram no próprio Sertão e Agreste. Cerca de 60 profissionais estão envolvidos desde o mês de maio em uma fase intensa de gravações ocorridas em Pernambuco e Alagoas. Por lá, foram filmadas sequências cruciais da trama.

Veja também – Conheça a história de Mar do Sertão

“[…] viajamos com o objetivo de iniciar o projeto completamente mergulhados no ambiente onde a obra se desenrola e também de captar muitas cenas de stockshot e de paisagens para usarmos ao longo da trama. Estou tentando trazer para a novela poesia na imagem”, disse Allan Fiterman, diretor geral de Mar do Sertão.

Vilão-cômico

Além do pinga-fogo existente entre Tertulinho (Renato Góes) e Zé Paulino (Sergio Guizé), parte do humor presente em Mar do Sertão será retratado através de um vilão bastante caricato. Sabá Bodó (Welder Rodrigues) é o prefeito de Canta Pedra, cidade onde a história se passa.

Welder Rodrigues é Sabá Bodó em Mar do Sertão (Foto: Divulgação)

Interpretado por um humorista, o personagem é um governante ambicioso, com sede de poder. Ele faz de tudo para enriquecer seus bens materiais e não medirá esforços para continuar mandando e desmandando na pequena cidade sertaneja.

Veja também – Conheça o elenco de Mar do Sertão

O vilão ficará em constante disputa com Candoca (Isadora Cruz), pois não aceitará as discordâncias da moça com relação as injustiças existentes em Canta Pedra. “É um vilão, mas é trágico-cômico. A gente tem muito desses vilões, desses políticos folclóricos, que a gente engole a corrupção porque o cara é folclórico”, destaca Welder Rodrigues.

Reparação histórica aos nordestinos

A Globo vai provar que reconheceu os erros do passado, ao ter novelas que se passam no Nordeste, mas que não contavam com elenco nordestino. A começar pela protagonista: Isadora Cruz é paraibana, nascida em João Pessoa.

Mar do Sertão é a nova novela das seis da Globo (Foto: Divulgação)

Também estão no elenco: a atriz potiguar Quitéria Kelly, os atores paraibanos Nanego Lira, Suzy Lopes, Thardelly Lima e Everaldo Pontes, bem como, os atores baianos Felipe Velozo e Cyria Coentro.

Veja também – Deslumbrada com sucesso de Pantanal, Globo coloca Velho do Rio em Mar do Sertão

Cidade fictícia da trama

A história de Mar do Sertão se passará em Canta Pedra, uma fictícia cidade do Sertão nordestino. No entanto, apesar da cidade não existir na vida real, a ideia é retratar as regiões que foram afetadas pela transposição do Rio São Francisco.

Foto das gravações de Mar do Sertão (Foto: Divulgação)

Também, estarão retratados nesta novela àqueles vilarejos com mitos dos mais beatos, que falavam sobre cheias e enchentes em um lugar conhecido pela predominância do clima seco e árido.

Veja também – Globo define substituta de Mar do Sertão para o horário das 18h

Inclusive, este enredo é retratado em um dos trechos música-tema da novela, o single Sobradinho, sucesso gravado nos anos 70 pela dupla Sá & Guarabyra. Para compor a abertura de Mar do Sertão, a música foi regravada na voz de Chico César.

Polêmicas nos bastidores

Antes mesmo de estrear, Mar do Sertão foi alvo de algumas polêmicas. É o caso, por exemplo, da saída do diretor. Inicialmente, Vinicius Coimbra seria o diretor da novela, mas teve que sair às pressas devido o escândalo de racismo protagonizado por ele contra atores negros de Nos Tempos do Imperador.

Lorena, Candoca e Labibe, respectivamente
Personagens de Mar do Sertão: Lorena, Candoca e Labibe, respectivamente (Foto: Reprodução)

Coimbra foi substituído por Allan Fiterman. Além disto, Luísa Arraes teria sido convidada para viver a amante de Tertulinho, mas pediu para sair e foi substituída por Jéssica Ellen. Porém, Ellen perdeu o papel depois que anunciou gravidez e Giovana Cordeiro ficou com a vaga.

Veja também – Autor criou novela das seis com a cara de Pantanal e negou plágio: “Não vi”

Outra perda importante do elenco de Mar do Sertão foi a saída de Cláudia Abreu. A atriz era considerada um nome de peso para a trama, mas ela desistiu da ideia de ficar com o papel depois de participar de duas temporadas seguidas de Desalma, série do Globoplay. Abreu foi substituída por Cyria Coentro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.