Lembra dele? Ator que fez Dudu, em A Viagem, mudou de vida e foi parar nas ruas

Logo da novela A Viagem (Foto: Reprodução)

Você sabe qual é o preço da fama? A falta de paz que muitas celebridades reclamam depois que entraram no estrelato é apenas uma das diversas queixas existentes. O estrelato tem seus prós e contras, mas em alguns casos específicos acabam tendo consequências drásticas.

Veja também – Frustrado com fiasco colossal, autor pediu demissão com novela no ar e esbravejou: “Nunca mais”

Este ator ganhou projeção nacional em sua carreira por conta de diversos papéis nas novelas. Começou cedo, com apenas 6 anos fez sua primeira novela. Em A História de Ana Raio e Zé Trovão, esteve interpretando o Zezinho e o convite para A Viagem mudou sua vida.

Afinal, a novela foi um fenômeno e ele atuava num papel ao lado de um nome consagrado. O personagem Dudu era filho de Dr. Otávio, encarnado por Antônio Fagundes. Depois, os trabalhos não pararam mais.

Foi difícil para ele se dividir entre a fama e a vida comum de uma criança. Até porque, o ator não era aceito na escola e as crianças costumavam praticar bullying, por ser tão famoso mesmo sendo tão novinho.

Veja também – Saiba quem é o global acusado de assediar cerca de 30 atrizes nos bastidores das novelas

Em Floribella (2005), encerrou o ciclo de 11 anos ininterruptos dedicados à Globo. Mas, a novela da Band não fechou as portas para retornar à emissora carioca e, no ano de 2006, ele é escalado para o remake de O Profeta e vive o Tony.

Mas, foi alguns anos depois que ele tomou uma decisão considerada ousada por quem vê de fora. O profissional queria desacelerar a vida de glamour, agenda apertada e muitos holofotes. Estamos falando de Daniel Ávila, atualmente com 35 anos e o qual quis tomar novos ares em sua vida profissional.

Daniel Ávila antes, na época de A Viagem, e hoje em dia (Foto: Divulgação)

Tem quem diga que o fato de tornar-se artista está diretamente ligado a existência de alguém. Então, para se sentir mais completo, o ator passou a integrar uma trupe de teatro nas ruas. A humanização da profissão é um caminho para que ele sinta maior prazer no que faz, já que não acredita em sentir-se realizado completamente ao ser ator.

“Não vou ficar realizado nessa profissão, acho que nunca […] Meu artista nunca me desguarda e está sempre me fazendo ser um homem melhor, um ser humano mais atento e presente”, diz Daniel Ávila.

Veja também – Na cadeira de rodas até hoje: Relembre o assalto que mudou a vida de ex-galã global

O Tá na Rua e o Cabaret Tá Na Rua permitem que Ávila se faça presente em uma caravana existente desde 1980. Ele reconhece o impacto de Dudu, de A Viagem, em sua carreira: “O Dudu é unânime, uma figura e muito espontâneo. Sempre me reconhecem na rua, fico impressionado”.

Ainda assim, o ex-global descarta retornar à vida de antes e está feliz nas ruas. “Estou longe do glamour, mas acho maravilhoso esse lugar que escolhi. Saber o que eu sei, não largo jamais! Posso não estar com muitas coisas do lado de fora, mas nessa vida, fui atrás do que tenho dentro”, refletiu o ator.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.