Frustrado com fiasco colossal, autor pediu demissão com novela no ar e esbravejou: “Nunca mais”

Elenco de Bang Bang (Foto: Divulgação)

Problemas de saúde sempre são uma grande dor de cabeça para qualquer empresa. Afinal, dependendo do cargo, o funcionário enfermo pode atrapalhar um planejamento feito por meses e, em alguns casos, até mesmo por muitos anos.

Veja também – Ex-atriz global fala pela primeira vez sobre tragédia na família: “Estouraram a cabeça do meu pai”

Dependendo do tempo em que fique afastado, o grau da problemática pode se intensificar e foi basicamente isto que aconteceu enquanto uma novela da Globo estava no ar. A emissora líder de audiência se viu em um impasse, logo na reta inicial de Bang Bang.

Novela das sete de 2006, contou com nomes como Bruno Garcia, Fernanda Lima, Carol Castro, Alinne Moraes, Kadu Moliterno, Marco Ricca, Giulia Gam, Evandro Mesquita, Guilherme Berenger, Danielle Suzuki e dentre outros.

Veja também – Saiba quem é o global acusado de assediar cerca de 30 atrizes nos bastidores das novelas

A autoria principal foi de Mário Prata, que passou pouco mais de um mês trabalhando para a novela. Por volta do capítulo 34, a Globo foi comunicada através do departamento médico que o novelista tinha entregue um atestado.

Mário Prata, autor de Bang Bang (Foto: Divulgação)

O motivo alegado era uma lesão da região do ombro, agravada com a intensidade de trabalhos de escrita da trama. A ideia era que Carlos Lombardi ficasse no cargo por apenas um mês. A Globo, no entanto, decidiu oficializar o substituto como titular depois de Mário pedir demissão.

Veja também – Longe das novelas há mais de 15 anos, Lucélia Santos sofre preconceito por ser esquerdista: “Sou perseguida”

A situação de saúde de Mário não melhorava e, emocionalmente falando, nada estava saindo conforme ele gostaria. Afinal, Lombardi tentou fazer uma novela com a sua cara. Deixava claro nos capítulos o quanto os personagens de Bang Bang eram “chatos” para ele.

Uma matéria do jornal Folha de S. Paulo relata que Lombardi pediu para criar um bombardeio da maioria dos personagens, por não gostar de nenhuma das crias de Mário Prata. A Globo, porém, barrou e o autor perdeu o tesão no que estava fazendo.

Cena de Bang Bang (Foto: Divulgação)

O desastre foi garantido, pois Bang Bang fracassou em audiência. Num período em que os capítulos tinham 60 minutos de arte, este folhetim passou a ter pouco mais de 40. Segundo notícia do UOL publicada na época, faltava patrocinadores para o horário.

Veja também – Os quatro casos mais chocantes de atores desaparecidos que pararam o Brasil

Restou a Globo picotar a história, decretando o fim antecipadamente. Mário Prata, que já vinha calejado após o fracasso de Metamorphoses na Record, viu em Bang Bang um motivo para entender de uma vez por todas que não queria mais aquilo para sua vida.

Em entrevista ao colunista Paulo Sampaio em 05 de fevereiro de 2006, Mário confessou ter precisado de ajuda médica para se recuperar de ter sido o criador de um dos maiores fiascos da faixa das sete da Globo: “A diligência passou por cima da minha cabeça, tronco e membros. Fui parar em um psicanalista pela primeira vez na vida. Dez sessões […] Posso dizer com letras maiúsculas que nunca mais escrevo novela. Se a Globo topar, faço a sinopse de uma, e a equipe toca”.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.