Éramos Seis: Sucesso no passado, novela ganha a quinta adaptação

Éramos Seis: Sucesso no passado, novela ganha a quinta adaptação

Ravache e Nicette farão Éramos Seis; (Foto - montagem)
Ravache e Nicette farão Éramos Seis; (Foto – montagem)

Previsto para estrear em meados de 2020/2021, o remake da novela Éramos Seis foi antecipado na Globo e vai estrear ainda este ano, substituindo Órfãos da Terra, de  Thelma Guedes e Duca Rachid.

Veja Também: +Jezabel: Leo Cidade, namorado de Larissa Manoela, estreia como ator na Record

Dessa forma, a história se encaminha para a quinta exibição na televisão. Antes, a obra foi adaptada na Record, duas vezes na TV Tupi e por último no SBT.

Veja Também: +Globo marca estreia de “Órfãos da Terra” e “Dias Felizes”

A primeira, em 1958, foi escrita por Ciro Bassini e Gessy Fonseca no papel de “dona Lola”, sem regularidade de exibição. As três últimas, 1967, 1977 e 1994, respectivamente, tiveram Cleyde Yáconis, Nicette Bruno e Irene Ravache como protagonistas.

Veja Também: +Filha de Paloma Duarte estreará como atriz em Malhação

Nesta nova versão, Dona Lola será vivida por Glória Pires. Nicette Bruno, então, será Maria, mãe de Lola, e Irene Ravache, Emília, a tia dela. Assim como Cássio Gabus Mendes foi escolhido para o papel de Júlio, vivido por Gianfrancesco Guarnieri e Othon Bastos nas versões anteriores.

A novela, vale ressaltar, já está com a pré-produção bem adiantada. A obra, com roteiro de Ângela Chaves, terá cerca de 150 capítulos.

Elenco de Éramos Seis. Foto – montagem.

MAIS DA NOVELA E ELENCO:

Sucesso com suas versões na Tupi e no SBT, a novela Éramos Seis ganhará mais um remake, agora na Globo. Isso porque o autor Silvio de Abreu adquiriu os direitos de produzir e exibir a trama clássica.

Nesta versão, Dona Lola será vivida por Glória Pires. Nicette Bruno, então, será Maria, mãe de Lola, e Irene Ravache, Emília, a tia dela. Assim como Cássio Gabus Mendes foi escolhido para o papel de Júlio, vivido por Gianfrancesco Guarnieri e Othon Bastos nas versões anteriores.

E de acordo com informações do programa TV Fama, Fábio Assunção acaba de ser definido para viver um dos personagens principais da trama. Ele será Almeida, amigo de Júlio (Cássio Gabus Mendes). Na versão do SBT, o personagem de Fábio foi interpretado pelo ator Paulo Figueiredo.

A autora Ângela Chaves está adaptando o texto original de Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho, do SBT, e terá direção de Carlos Araújo. Gravações começam apenas em janeiro de 2020. Com informações do colunista Flávio Ricco, do Uol.

O remake de Éramos Seis tem estreia prevista para o segundo semestre de 2020 na faixa das 18h. Apesar da produção ainda estar longe de se iniciar, a autora Ângela Chaves vem se adiantando e já trabalha no terceiro bloco de capítulos.

Apesar de Glória Pires já ter sido escolhida para viver a Dona Lola, a protagonista, o canal queria mesmo era contar com Lília Cabral, porém não conseguiu o feito. A emissora vem adiantando os trabalhos de pré-produção e já definiu o diretor artístico da trama: Carlos Araújo, que retomará a parceria com a autora Ângela Chaves, que escreverá remake. Eles já trabalharam juntos em Os Dias Eram Assim.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *