Em briga com sindicato, Globo tomou decisão histórica e retirou novelas das seis do ar

Resumo da novela Sinhá Moça (Viva)
Sinhá Moça não teve substituta e quase se tornou a última novela das seis (Foto: Divulgação)

Sabe esta guerra de braço existente entre a Globo e a classe artística por conta de Jade Picon? Isto não é nenhuma novidade e a emissora já passou por algo parecido há alguns anos atrás. Foi mais especificamente em 1986.

Veja também – Bonzinhos demais? Veja quais novelas em que (curiosamente) não existiam vilões

O SATED (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Rio de Janeiro) é um órgão que, tradicionalmente, costuma bater de frente com a emissora carioca. Afinal, o poder de uma empresa líder de audiência é grandioso.

Porém, ter poder muitas vezes é algo prejudicial. Principalmente porque, quem está numa posição de impacto como a que os globais detém atualmente, costuma não gostar de muitos questionamentos.

Veja também – Mau cheiro: Atriz detona José de Abreu e revela hálito insuportável do ator

Assim como fez com o caso de Jade Picon, influenciadora digital e ex-BBB que quase foi barrada no elenco de Travessia, a próxima novela das nove, o SATED em 1986 tentou discutir com a Globo a jornada de trabalho de artistas.

Jade Picon vai estrear como atriz em Travessia (Foto: Divulgação)

Segundo a instituição, seus afiliados não poderiam passar de seis horas diárias de trabalho e a emissora carioca estaria desrespeitando esta decisão. Contrariada, na guerra de braço a Globo se negou a contratar novos atores.

Veja também – Na cadeira de rodas até hoje: Relembre o assalto que mudou a vida de ex-galã global

Isto porque, com a jornada de trabalho reduzida de seus profissionais, eles necessariamente precisariam de fazer novas contratações. Toda esta situação forçou a Globo retirar do ar a faixa das seis.

Gloria Pires e Lauro Corona protagonizavam Direito de Amar (Foto: Divulgação)

Enquanto não era tomada uma decisão definitiva, a primeira versão de Sinhá Moça foi sucedida por uma reprise de Locomotivas (1977). A produção de Direito de Amar, que seria a substituta oficial da faixa, ficou paralisada por três meses.

Veja também – Hoje apoiadora de fake news, atriz foi vítima da maior mentira da história das novelas

Apenas em 16 de fevereiro, foram encontradas condições técnicas e artísticas para que Direito de Amar finalmente estreasse. Com o sucesso da novela, a Globo acabou desistindo da ideia de extinguir a tradicional faixa das seis.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.