Em 1999, Ratinho virou dor de cabeça para a Globo e deixou diretor de novela surtado

Ratinho apresenta um programa diário nas noites do SBT (Foto: Divulgação)

No final dos anos 90, talvez Ratinho tenha vivido um de seus momentos mais felizes. Se viu em ascensão na caçula CNT-Gazeta e foi cogitado até mesmo no quadro de funcionários da Globo, algo pouco comentado até hoje.

Veja também – Conheça o caso do ator famoso que perdeu tudo e virou morador de rua após sofrer injustiça

Apesar de tratá-lo com desdém e entender que ele tenha um programa de baixa qualidade, a Globo outrora quis o próprio Ratinho em seu casting. O jornal Folha de S. Paulo afirmou este fato em 1998, demonstrando o arrependimento da emissora carioca em não tê-lo contratado.

Roberto Irineu Marinho, um dos chefões do grupo, confirmou a informação do interesse da Globo em tê-lo: “Não vamos menosprezá-lo. [Ratinho] é um camarada com um carisma danado e poderia estar fazendo um programa de melhor qualidade, com grande sucesso. É um desperdício usar o Ratinho em um programa tão ruim”.

Ratinho quase foi parar na Globo (Foto: Divulgação)

Quando vai para a Record, simplesmente vira uma pedra de sapato das grandes para a Globo. De olho nisto, o SBT o contratou quebrando o contrato que ele tinha com os bispos, numa multa milionária.

Veja também – Morte de autor com novela ainda no ar causou desespero e correria na Globo; saiba qual!

Apesar de hoje em dia não fazer mais o mesmo sucesso, Ratinho nunca causou arrependimento para Silvio Santos. Muito pelo contrário: com a sua estreia por lá, deixou diretores de uma novela das oito da Globo revoltados.

Aguinaldo Silva
Ratinho sugou audiência de novela de Aguinaldo Silva (Foto: Divulgação)

Não se entendia como ele era tão capaz de retirar facilmente os índices de audiência de uma superprodução, assinada por Aguinaldo Silva. Em entrevista para o livro A Seguir, Cenas do Próximo Capítulo, o autor contou um pouco da fúria nos bastidores de Suave Veneno em 1999, diante do incômodo causado pelo Carlos Massa, vulgo Ratinho.

Veja também – Saiba seis atores das novelas que foram forçados a saírem do armário e se assumirem gays

“O Ratinho foi um verdadeiro tsunami na televisão brasileira. Aquilo foi dramático! Quando entrava o comercial na Globo, a audiência fugia toda para o SBT. A diferença é que, ao contrário do que o Ratinho apregoava, ele nunca conseguiu ganhar de Suave Veneno. O máximo que conseguiu foi chegar a 5 pontos de diferença na hora do intervalo comercial”, disse Aguinaldo.

Letícia Spiller foi uma das protagonistas de Suave Veneno (Foto: Divulgação)

Os diretores Daniel Filho e Ricardo Waddington fizeram o possível para salvarem Suave Veneno. Segundo o jornalista Nilson Xavier, o primeiro diretor citado tomava isso como uma questão de honra e se esforçava duramente.

Veja também – Confira cinco galãs das novelas mexicanas que abandonaram a carreira e hoje curtem uma vida comum

Sem cair no gosto do povo, Suave Veneno terminou com média morna e foi esquecida nos arquivos. Desde seu início, demonstrava rejeição e foi assim até a exibição de seu último capítulo. Ao Ratinho, pode ser atribuído parte desse insucesso.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *