Demitida por ser negra demais: Caso polêmico de atriz global virou destaque em jornal britânico

Nayara Justino sofreu fortemente com o racismo (Foto: Divulgação)

Acompanhamos aqui que, por diversas ocasiões, as empresas acabam não fazendo uma autocrítica sobre algumas de suas atitudes. É por isto que, apesar de noticiarem e denunciarem vários casos de terceiros, há emissoras de TV que têm diversos casos polêmicos em seus próprios bastidores.

Veja também – Ex-atriz da Globo desafiou Deus e virou capa de jornal após suposto castigo divino

Um exemplo recente foi o que aconteceu com o elenco de Nos Tempos do Imperador. Atores negros da novela denunciaram o que estava acontecendo, mas a atitude da Globo foi criticada e considerada controversa.

Através de seu jornalismo, a emissora carioca costuma adotar uma postura enérgica e radical às questões relacionadas ao racismo. Porém, as denúncias apontaram que os executivos globais fizeram pouco caso com a situação.

Tampouco, houve uma reação agressiva aos problemas que estavam acontecendo por trás das câmeras. Tanto é que a apuração do caso demorou um longo tempo e o diretor da novela quase chegou a assumir os trabalhos de Mar do Sertão, a atual novela das seis.

Veja também – Atriz polêmica: Confira cinco motivos para te provar quem é a maior inimiga da Globo

Apenas depois do caso ter se tornado público diante de um processo judicial movido por um trio de atrizes que foram vítimas do racismo, a Globo resolveu tomar uma atitude mais explícita e nos padrões que se esperava.

Caso Nayara Justino

Mas, não é a primeira vez que houveram denúncias de racismo contra a emissora. Em 2014, um caso repercutiu bastante e virou destaque até mesmo em um jornal britânico. O The Guardian concluiu que Nayara Justino foi demitida da Globo por ser “negra demais”.

A atriz recebeu o bastão de Valéria Valenssa, a Globeleza que ficou por 14 anos estrelando a campanha carnavalesca mais famosa do Brasil. Na ocasião, houve até mesmo um concurso do Fantástico.

Nayara Justino foi apresentada para o Brasil através de uma campanha do Fantástico (Foto: Divulgação)

No entanto, depois de se tornar a Mulata Globeleza, Justino foi bombardeada. Nas redes sociais, existiram inúmeras críticas e reações negativas contra ela. O público a rejeitou fortemente e isto acabou impactando no faturamento que a Globo costumava ter em sua campanha de Carnaval.

Nayara Justino passou de queridinha da Globo para completamente esquecida. Poucos meses depois da queda de faturamento, os globais simplesmente a demitiram e providenciaram uma nova Globeleza.

Veja também – Saiba qual segredo da Globo fez com que atriz desistisse de carreira: “Me tirou o prazer de atuar”

Erika Moura substituiu Justino, que se sentiu usada. Em diversas entrevistas, a atriz lamentou a situação e desabafou em entrevista ao The Guardian: “Eu sofri muitos ataques pela internet. Muita gente fazia comparações com personagens que não eram legais“.

Eu já tinha sofrido isso, mas não nessa proporção. Eu não tinha como me defender. Eu não queria sair, não queria falar com as pessoas, chorava muito. Até hoje eu choro. Foi uma coisa que me marcou muito“, completou.

Em 2016, a Record pegou embalo na polêmica e abordou o caso amplamente em seus programas. Chegou a dar um papel para Nayara Justino em Escrava Mãe e depois uma participação no Power Couple Brasil (2017), edição em que ela foi campeã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.