Confira cinco novelas que tiveram capítulos jogados no lixo e precisaram ser regravadas

Novo Mundo, Roque Santeiro e Negócio da China foram alguns exemplos (Foto: Divulgação)

As regravações de novelas são comuns. Acabam acontecendo porque muitas vezes acontecem problemas e imprevistos. Então, muitas cenas e capítulos vão parar no lixo, o que causa uma dor de cabeça e um desgaste inegável.

Veja também – Pantanal é do cramulhão? Relembre cinco vezes que a Globo invocou o diabo nas novelas

São os casos que citaremos abaixo. Estas novelas deram um prejuízo para os cofres, devido as regravações que precisaram de acontecer de última hora. Veja:

Novo Mundo

O sotaque lusitano usado em Novo Mundo não pegou bem. Com dificuldades da audiência engatar, eles tiveram que regravar cenas e pedir que os atores deixassem seus sotaques menos fortes. Letícia Collin foi elogiada por seu desempenho e tida como um exemplo, porque era uma das únicas que interpretavam o sotaque português de maneira aceitável.

Leopoldina e Pedro na novela Novo Mundo - Foto: Reprodução
Leopoldina e Pedro na novela Novo Mundo (Foto: Divulgação)

O diretor Vinicius Coimbra admitiu que o sotaque tornou-se um impasse para a novela: “Alguns [atores] tiveram dificuldade no começo. E depois ainda precisamos fazer alguns ajustes. Caio Castro e Ingrid Guimarães [por exemplo] estavam falando rápido demais”.

Veja também – Frustrado com fiasco colossal, autor pediu demissão com novela no ar e esbravejou: “Nunca mais”

Roque Santeiro

Este caso foi bem mais delicado, talvez um dos exemplos mais complicados de novelas que tiveram capítulos jogados fora. Como foi produzida na época da ditadura militar, a censura proibiu que o folhetim estreasse porque desvirtuava os valores morais da época.

Betty Faria e Lima Duarte em cena de Roque Santeiro (Foto: Divulgação)

Assim, 30 capítulos foram jogados na lata do lixo. Nunca puderam ir ao ar, sob pena da Globo ter seus equipamentos lacrados e a concessão extinta. Mas os Marinho não desistiram da novela, que estreou em 1985 regravada.

Veja também – Terror dos militares, atriz foi demitida da Globo por motivo fútil e morreu em acidente suspeito

O Bem-Amado

Outra novela afetada pela censura do governo militar, o caso de O Bem-Amado foi bastante elogiado. Isto porque, destaca-se a genialidade do texto da trama. Sabendo o momento em que estava vivendo, Dias Gomes passou a escrever uma crítica velada.

“O Bem-Amado” é considerado um dos clássicos da Globo (Foto: Divulgação/TV Globo)

Então, o contexto político e social que o brasileiro convivia na época esteve sendo impresso na novela em forma de críticas, porém era tudo implícito. Ainda assim, os censores conseguiram derrubar cerca de 15 capítulos.

Veja também – Cria de Dias Gomes: Ex-autora global prometeu sucesso, entregou novela-bomba e foi demitida

De acordo com o jornalista Nilson Xavier, a trilha de abertura teve que ser trocada e as menções a Zeca Diabo (Lima Duarte) como o “capitão” e Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo) como o “coronel” foram cortadas ou precisaram de passar por regravação.

Insensato Coração

A quantidade de dores de cabeça que Insensato Coração colecionou foram imensas. A novela perdeu simplesmente seus dois protagonistas, depois de cerca de 60 capítulos estarem gravados.

Eriberto Leão e Paola Oliveira protagonizaram Insensato Coração (Foto: Divulgação)

Ana Paula Arósio se desentendeu com chefões globais e simplesmente pediu demissão, enquanto Fábio Assunção estava tendo problemas com uso de drogas. Às pressas, Paolla Oliveira substituiu Arósio, enquanto Assunção foi trocado por Gabriel Braga Nunes.

Veja também – Autor criou novela das seis com a cara de Pantanal e negou plágio: “Não vi”

Negócio da China

Experiência malsucedida de Miguel Falabella na criação de novelas, Negócio da China enfrentou uma forte rejeição. De acordo com matéria do jornal Estadão na época, a imprensa lusitana criticou os sotaques na novela, que precisou ter vários capítulos regravados.

Publicidade de “Negócio da China” em que os atores puxam os olhos, imitando orientais (Imagem: Reprodução/Twitter/@fefegwaa)

Assim, os atores Maria Vieira, Ricardo Pereira, Joaquim Monchique e Carla Andrino aparecem nos primeiros capítulos com um sotaque português e, do dia para a noite, passam a falar mais abrasileirado.

Isto sem contar com a saída repentina de Fábio Assunção por conta de problemas com as drogas e o impasse com Grazi Massafera, que precisou refazer várias cenas devido a rejeição de Falabella à forma como ela atuava.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.