Confira cinco novelas da concorrência que deixaram a Globo desesperada

Novela Pantanal será reproduzida pela Globo - Foto: Reprodução
Pantanal é um exemplo de novela que aterrorizou a Globo (Foto: Divulgação)

Como é do conhecimento de todos, a Globo é a líder de audiência nacional e atribui boa parte desta grandeza ao sucesso de sua dramaturgia. Porém, tanto a emissora quanto todos nós temos consciência de que as demais concorrentes também fazem produções de qualidade.

Veja também – Sem emprego na TV, veja quais ex-atores da Globo viraram motoristas de aplicativo

Tanto é que, em diversos momentos, percebeu-se a reação esboçada pela Globo ao ver seus índices caírem em detrimento das disputas com produtos da concorrência que, ao mesmo tempo, estavam tendo êxito e surfando na maré de derrota dos globais. Conheça alguns casos:

A Usurpadora

Em 1999, a novela marcava o retorno da exibição dos dramalhões mexicanos no SBT após um longo período de investimento em produções brasileiras. Fazendo sucesso no México, A Usurpadora foi comprada tanto para ocupar a lacuna de Pérola Negra, quanto para reverter o quadro debilitado da emissora.

Gabriela Spanic interpretava as gêmeas Paola e Paulina em A Usurpadora (Foto: Divulgação)

Segundo relatam notícias da época, o SBT estava passando por dificuldades financeiras ao ousar na tentativa de bater de frente com a consolidada produção de dramaturgia da Globo. Assim, A Usurpadora foi colocada no ar também com o objetivo de trazer patrocinadores, o que acabou dando certo.

Veja também – Conheça as diferenças entre a versão original e o remake de A Usurpadora, que estreará no SBT

O jornal Folha de S. Paulo destacou em 05 de setembro de 1999 na sua coluna de TV que os índices de audiência de A Usurpadora no SBT eram tão expressivos que chegavam a serem comparados com os números da novela das seis exibida pela Globo na época, Força de um Desejo.

Pantanal

Atualmente produzindo um remake da novela, Pantanal tinha sido feito a dedo por Benedito Ruy Barbosa especialmente para a Globo. Em meio a seus planejamentos, a novela acabou saindo da fila e, com isto, Ruy Barbosa entregou para a extinta Manchete a sinopse da obra.

Logo de Pantanal (1990) (Foto: Reprodução)

O resultado foi surpreendente e, até hoje, considera-se o maior sucesso de uma novela brasileira fora da Globo. Todo o sucesso se deve a uma estratégia da Manchete, que surfava nos bons índices de Rainha da Sucata. Quando a novela terminava a exibição na Globo, a Manchete imediatamente começava Pantanal.

Veja também – Em meio a grande expectativa por Pantanal, relembre os remakes que fracassaram

A média geral chegou aos 34 pontos de audiência e, no período em que digladiava com os globais, Pantanal marcava praticamente o dobro de audiência da Globo. Para que se tenha uma noção do tamanho do fenômeno, de acordo com o Notícias da TV, o último capítulo de Pantanal na Manchete marcou 41 pontos, contra 21 da Globo.

Prova de Amor

Atualmente sendo reprisada no horário da tarde da Record, Prova de Amor foi responsável por muitas alegrias para a emissora. Isto porque, sua meta era pelo menos manter ou superar os índices de sua antecessora, a novela Essas Mulheres.

A Records voltará a exibir Prova de Amor nas suas tardes - Foto: Reprodução
Prova de Amor está sendo reprisada pela Record atualmente (Foto: Divulgação)

Mas, a Globo teve a infeliz experiência de ter uma novela rejeitada ao mesmo tempo em que a Record tentava emplacar Prova de Amor. Este cenário resultou em uma fuga do público consolidado pela emissora carioca há anos na faixa das sete, o que beneficiou sua principal concorrente.

Veja também – Tela Crente? Três novelas da Record que foram prejudicadas por interferências da igreja

Se observamos o mapa completo de audiências dos capítulos de Prova de Amor, a novela teve uma curva ascendente. Ao mesmo tempo, Bang Bang (2006) apresentava um declínio em seus índices. A média geral da novela de Tiago Santiago foi de 17 pontos, responsável por fazer da trama da Globo a pior audiência da década em uma novela das sete.

Carrossel

Incomodada com as investidas de Silvio Santos, a Globo ousou em fazer uma concorrência injusta. No final da década de 80 e início dos anos 90, a emissora carioca comprava as novelas estrangeiras de sucesso, como forma da concorrência brasileira não repetir os bons índices atingidos no exterior.

A primeira versão de Carrossel incomodou a Globo (Foto: Divulgação)

Em meio a um vacilo, a Globo teria rejeitado a compra de Carrusel, produzida pela Televisa em 1989 e oferecida pelo canal à poderosa brasileira. Foi assim que Silvio Santos adquiriu os direitos da novela, exibindo-a no Brasil entre 1991 e 1992.

Veja também – Descubra quais são as três novelas proibidas de serem reprisadas pelo SBT

O resultado foi imediato e, segundo constam as planilhas de audiência da época, a Globo entrava em desespero com a guerra que tinha de lidar com a novela mexicana exibida pela TVS/SBT. O Jornal do Brasil noticiou no dia 18 de abril de 1992 em sua coluna de TV que Carrusel, batizada de Carrossel aqui no Brasil, enfraqueceu os índices de O Dono do Mundo. A média geral de Carrossel foi 28 pontos, números até então atingidos apenas pela Globo.

Os Dez Mandamentos

Este caso é recente e foi resultado de um investimento maciço. Observando as reações esboçadas pelas séries e minisséries bíblicas, a Record resolveu abrir o cofre e investiu uma boa grana para que Os Dez Mandamentos chamassem a atenção.

Veja também – Trama canadense faz sucesso na Record: confira cinco novelas estrangeiras que a emissora já exibiu

A ideia deu certo e, em meados de junho de 2015, aconteceu o primeiro pico de audiência de Os Dez Mandamentos. Ao mesmo tempo, Babilônia, que era a novela das nove da Globo da época, sofria rejeição tanto pelas redes sociais, tanto pelos índices de audiência.

Audiência de Os Dez Mandamentos - Record
Cena de Os Dez Mandamentos (Foto: Divulgação)

Depois desta reação, Babilônia passou a perder para a Record na principal praça comercial do mercado televisivo, São Paulo. Em uma espécie de efeito dominó, as demais praças também demonstraram o fracasso da Globo em relação à Record com Os Dez Mandamentos.

Os críticos em TV afirmam que a diferença entre Os Dez Mandamentos e Os Mutantes foi a distância que a Record emplacava em relação à Globo. Os Mutantes foi expressiva, mas não chegou a causar desespero na Globo. Porém, no caso de Os Dez Mandamentos, a Globo chegou a tirar sua novela do ar. Babilônia foi encurtada e o autor de Avenida Brasil foi chamado às pressas para assumir o horário, com a intenção de reverter as derrotas.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *