Celina vira o jogo, se livra de Klaus e se casa com Guilherme em cerimônia feliz

Celina e Guilherme em Chocolate com Pimenta. (Foto: reprodução)

Em Chocolate com Pimenta, o público acompanhará um verdadeiro martírio de Celina (Samara Felippo), que é proibida de se relacionar com Guilherme (Rodrigo Faro) e ainda se vê obrigada a se casar com o conde Klaus (Claudio Correa e Castro), depois de ter sua mão prometida pelo pai, Reginaldo (Antonio Grassi), para pagar uma dívida de jogo.

A jovem só conseguirá se livrar do banqueiro avarento na reta final da história, contando com a ajuda de Ana Francisca (Mariana Ximenes) e do próprio Guilherme. Ela tenta vencer o veterano pelo cansaço, seguindo uma ideia da protagonista, e mente para o conde, falando que havia feito uma promessa após a morte da mãe, na qual só poderá ir para a cama com outro homem depois de terminar um bordado que ela está fazendo.

O conde até aceita o acordo, mas depois de um tempo, acaba descobrindo que tudo fazia parte de um plano da jovem. Sem saída, Celina decide fugir e fica um tempo escondida, até que Guilherme consegue encontrar uma forma de anular o casamento na justiça, contando com a ajuda de testemunhas para provar que a união nunca foi consumada, e assim, ela consegue se ver livre do banqueiro e finalmente se casa com Guilherme.

Graça tem final trágico e deixa filho para Celina criar

Quem acaba não tendo um final feliz nessa história é a sua irmã, Graça (Nívea Stelmann). Invejosa, ela tentou várias vezes atrapalhar a vida da irmã, e chegou, inclusive, a armar um plano para obrigar Guilherme a se casar com ela.

Veja também: resumo dos capítulos de Chocolate com Pimenta 

Porém, após ficar grávida do mocinho, a vilã acabará morrendo, e terá de deixar o filho para a própria irmã criar junto com o marido que ela sempre amou. Em suas últimas palavras, Graça parece demonstrar arrependimento e tentará se redimir. “Sejam felizes e antes de partir eu peço…”, diz a jovem, fragilizada após o parto. “Graça, não vai embora, minha irmã”, implora Celina.

“Por favor, me prometa, criem meu filho”, pedirá ela. “Não vai acontece nada com você. Você vai ver seu filho crescer”, insistirá Celina, tentando encorajar a irmã. “Meu filho, aperte-o em seus braços para que ele não sinta meu corpo esfriar e sinta o calor do seu coração. Eu fico grata por você ter existido e ter compartilhado da minha vida. Eu fico grata por ser minha irmã e cuidar do meu filho. Esqueça tudo o que aconteceu. Lembre-se de mim”, dirá a jovem, dando seu último suspiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.