Bruno revira o passado de Luana, comete gesto nobre com a mocinha e a deixa encabulada

Bruno beija a mão de Luana e a faz fugir
Bruno beija a mão de Luana e a faz fugir (Foto: Reprodução)

Ciente do passado de Luana (Patrícia Pillar), Bruno (Antonio Fagundes) fará questão de revelar a loira que sempre soube que ela não tinha nenhum documento e, muito menos, sabe de suas próprias origens. Sem saída, a mocinha, então, se verá obrigada a confessar tudo e abrir o jogo de uma vez por todas, o que fará com que ela, no final das contas, fique encabulada devido a um gesto nobre cometido pelo fazendeiro na reprise de O Rei do Gado, no Vale a Pena Ver de Novo.

“Não lembro de nada da minha vida passada e nem do meu nome verdadeiro”, disparará a jovem, que perdeu a memória. “Coisa mais maluca. E dos seus pais? Lembra o nome deles?”, perguntará o marido de Léia (Silvia Pfeiffer), que ouvirá uma negativa dela. “E esse nome de Luana?”, insistirá o veterano. É assim que me chamavam na santa casa. A enfermeira me deu esse nome, e como não tinha outro…”, justificará a moça.

Veja também: resumo dos próximos capítulos de O Rei do Gado

Em seguida, o personagem de Antonio Fagundes garantirá a ela que a mesma está amparada e, dessa forma, se comprometerá a tirar os documentos dela, título de eleitor e outras coisas importantes. “Vou falar com o meu advogado”, ressaltará o homem. “O senhor vai me fazer essa caridade mesmo?”, questionará ela. “Não é caridade. Alguém já devia ter feito isso para você”, devolverá ele.

Logo depois, Luana falará que trabalhava no canavial quando pequena. “Eu me juntava com os outros, fingia que era da família”, alegará a personagem de Patrícia Pillar. “E os estudos? Frequentou alguma escola? Aprendeu a ler e escrever?”, indagará Bruno. “Mais ou menos, mas aprendi. Tenho que voltar para casa”, responderá Luana.

Bruno beija a mão de Luana

Conversa vai, conversa vem, o neto de Antônio Mezenga perceberá calos na mão dela. “É do facão, da enxada”, explicará. “Não precisa falar mais nada. Você tem porte de rainha e mãos de roceira. Eu reverencio a roceira valente que foi até aqui, mas que não vai ser mais. Eu te prometo”, rebaterá o ricaço, beijando sua mão, deixando-a envergonhada e fazendo com que ela fuja assustada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.