Ator que faz coronel em Mar do Sertão causou náuseas e constrangimento com mau hálito: “Insuportável”

Família Tertúlio é um dos principais núcleos de Mar do Sertão (Foto: Divulgação)

A nova novela das seis, Mar do Sertão, está em alta na Globo. Alcançando boa repercussão e bons índices de audiência, conta com um elenco de peso. Atores como Renato Góes, Sergio Guizé, Débora Bloch, Thardelly Lima, Caio Blat e dentre outros estão presentes.

Veja também – Confira cinco novelas globais que são remakes e você provavelmente não sabia

José de Abreu também está neste elenco e foi justamente ele quem foi alvo de um comentário polêmico de uma ex-colega de trabalho. O intérprete de Coronel Tertúlio já atuou ao lado de Maria Zilda durante a novela Bebê a Bordo.

O ano era 1988 quando começou a parceria entre os dois. Eles faziam um par romântico e tinham que beijar calorosamente. Afinal, na trama era um casal apaixonado e muito jovem. Zilda era a responsável por viver a personagem Ângela Maria.

Folhetim escrito por Carlos Lombardi, Bebê a Bordo conta a história da bebê Heleninha que acaba sendo abandonada pela mãe, Ana. A mãe, no entanto, também passou pela mesma história de vida e foi abandonada quando pequena.

Veja também – Confira cinco novelas que tiveram capítulos jogados no lixo e precisaram ser regravadas

O núcleo principal gira em torno das atrizes Beatriz Bertu e Isabela Garcia, respectivamente, a bebê e a mãe. No entanto, paralelamente, se desenvolvia uma trama em torno de Ângela, a secretária encarnada por Maria Zilda.

Solteirona e sexualmente reprimida, ela é funcionária de Tonico (Tony Ramos). Ela cuida de Zetó (Jorge Fernando) e Caco (Tarcísio Filho), sempre conhecida por ser muito puritana e extremamente tímida. No entanto, fica com os hormônios à flor da pele ao ouvir uma voz sensual.

Maria Zilda e José de Abreu em Bebê a Bordo (Foto: Divulgação)

Tonico, personagem de José de Abreu, é um locutor de rádio que tem Ângela como maior fã. Em uma parte da novela, é exibido o momento em que a moça mata o desejo pelo rapaz da voz sensual. No entanto, essas cenas eram uma verdadeira tortura para Maria Zilda.

A atriz revelou durante uma live: “Ele [José de Abreu] estava numa fase muito doida. Bebia demais. E ele estava tão compulsivo que tinha umas cenas que a gente ficava amarrado numa árvore, um de costas para o outro“.

Veja também – Clássicos de sucesso: Confira cinco novelas icônicas de TV’s extintas que poderiam ganhar remake

Maria Zilda diz que o pior momento era quando os roteiros diziam que havia beijo com José de Abreu: “[…] quando era cena de beijo… Porra, a pessoa que fuma pra caramba. Sabe? A pergunta foi: você já beijou alguém com bafo? Já! Era uma coisa insuportável“.

Era [cena] externa. Ele suado e já tinha o cheiro do suor, mais o do cigarro, mais o da bebida. Era uma coisa insuportável. O Zé era um bicho“, relembrou Maria Zilda sobre o que passou com José de Abreu.

Siga o Resumo das Novelas On nas redes sociais:

@resumodasnovelason

@resumodasnovelas.online

@resumonovelason

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.