Após morte de Antonio Mezenga, Enrico vira o jogo, se livra de cafezal e fica rico com criação de gado na fazenda

(Foto: Reprodução)

Em O Rei do Gado, Antonio Mezenga (Antonio Fagundes) terá um final trágico. Isso porque o pai de Enrico (Leonardo Bricio) acabará se intoxicando com o veneno para matar caruncho do cafezal e morrerá enfraquecido. As cenas serão exibidas em breve.

Veja também: Saiba como será o parto de Giovanna em O Rei do Gado

Na ocasião, Mezenga estará colocando veneno na plantação de café e começará a ter uma reação: “Eu cago veneno, eu mijo veneno, eu cuspo esse maldito veneno. (…) Mas eu preciso matar com essa broca esse caruncho de café que eu nunca tinha visto antes. Eu preciso salvar o que é meu, do meu filho e do meu neto, que se chama Bruno Mezenga”, falará ele, tossindo bastante.

Veja também: Resumo da novela O Rei do Gado

Em seguida, Enrico encontrará o pai caído no chão e o abraçará aos prantos. O enterro será marcado por muita comoção com a reunião de todos os amigos do veterano. “Nunca mais vou lidar com café na minha vida”, dirá Enrico, muito abalado.

Em O Rei do Gado, Enrico torna-se um próspero pecuarista

Após a morte de Mezenga, a novela terá um salto de 10 anos. Durante esse tempo, Enrico terá uma virada triunfal e se tornará um próspero pecuarista. Por outro lado, Giovanna (Letícia Spiller) surgirá muito insatisfeita com a vida que leva ao lado do marido: “ele só quer saber de boi e de terra. Todo o dinheiro que entra nessa casa vira bizerro, vira pasto, vira vaca”, lamentará.

Nena (Vera Fischer) tentará tranquilizá-la: “Não fica se lamentando, não falta nada nessa casa. Você deveria levantar as mãos para o céu, que tem um marido como o meu filho”, avisará a viúva de Antonio Mezenga.

Escrita por Benedito Ruy Barbosa em 209 capítulos, a trama é protagonizada por Antônio Fagundes, Patricia Pillar, Raul Cortez, Glória Pires, Fábio Assunção, Silvia Pfeifer, Carlos Vereza e Stênio Garcia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.