Após agressão a Lucinda, Anely sugere que a irmã denuncie Andrade, mas a morena minimiza o ocorrido: “Não quero acabar com minha família”

Anely, Lucinda e Andrade
Anely vai sugerir que Lucinda denuncie Andrade por agressão (Foto: Reprodução)

Uma séria discussão entre Andrade (Ângelo Antônio) e Lucinda (Débora Falabella) acabará resultando novamente em agressão por parte dele em Terra e Paixão. Isso, no entanto, não será visto com bons olhos por Anely (Tatá Werneck), que logo sugerirá a irmã para que ela denuncie o marido pelo ocorrido. Porém, a morena vai minimizar o fato e jogar a culpa para cima dela própria na trama de Walcyr Carrasco.

E tudo isso acontecerá depois que a dona da cooperativa chegar tarde em casa. Na ocasião, o canalha terá levado um fora da cunhada, o que colaborará para que ele fique ainda mais estressado. Nessa hora, a personagem de Débora Falabella, que sequer imagina que o marido esteja assediando sua irmã após descobrir que ela é striper virtual, notará o climão instaurado na casa pelos dois e, dessa forma, peitará o amado.

Veja também: resumo dos próximos capítulos de Terra e Paixão

A agressão

Contudo, o safado passará a reclamar do horário que a esposa chegou. Como justificativa, ela avisará que estava em reunião, mas ele não acreditará em uma palavra da mulher, afinal, o homem está bêbado e bastante exaltado. “Sabe que não fica legal quando bebe. Tive mesmo uma reunião”, afirmará Lucinda. Mesmo assim, Andrade se revoltará ainda mais e, para completar, empurrará a mãe de Cristian (Felipe Melquiades), que cairá no chão e machucará o braço.

“Não mente!”, soltará Andrade, que, ao se deparar com a irmã de Anely machucada, dará uma de cínico. “Meu amor… Machucou?”, vai querer saber. “Você me agrediu. Me deixa sozinha, faz favor”, rebaterá Lucinda. Em seguida, Andrade perguntará se ela precisa de um médico, mas a mesma descartará a ideia: “Tá tudo bem. Eu vou enfaixar. Mas me deixa sozinha. Eu preciso ficar sozinha”.

Em contrapartida, a namorada de Odilon (Jonathan Azevedo) prestará socorro a parente e ainda lembrará: “Ele já foi agressivo outras vezes”. Apesar disso, a vítima o defenderá, embora Anely não queira deixar isso passar ileso: “Lucinda, seu marido bebe, perde o controle… Devia fazer uma denúncia. A Lei Maria da Penha tá aí pra proteger as mulheres”, declarará a criadora de conteúdos adultos. “Mas eu não sei, não sei… Não quero acabar com minha família”, devolverá a casada. “Pensa bem. Daqui pra frente, só vai piorar”, reforçará a personagem de Tatá Werneck.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.