Alerta vermelho: Para salvar Travessia, Globo intervém e contraria diretor em reformulação às pressas

Travessia é a nova novela das nove da Globo (Foto: Divulgação)

Está acionado o alerta vermelho para Travessia. Pouco antes da pandemia, havia surgido alguns indícios de um processo que se concretizou mais nitidamente agora. O público está tão conectado aos streamings que sequer o remake de Pantanal fez o barulho que se imaginava.

Veja também – Travessia é confusa? Relembre cinco novelas que foram complicadas de se entender

Apesar da novela de Benedito Ruy Barbosa ter alcançado resultados satisfatórios, não saiu disso e fez apenas mais do mesmo. É fato que a audiência foi boa, mas não houveram recordes grandiosos, nem nada neste sentido.

Isto tem total ligação com o novo hábito das pessoas frente às telas. Ainda é cedo para se cogitar um fim da TV, mas é expressivo os indícios de que mudanças maiores estão por vir. Afinal, em algum momento, os investimentos milionários vão passar a apertar nos bolsos.

A solução tem sido correr para os streamings e se armar para esta nova era. A estreia de Todas as Flores no Globoplay foi um termômetro para se entender melhor o que vem por aí. É neste sentido que a novelista Gloria Perez, autora de sucessos implacáveis, não está conseguindo obter êxito com sua novela das nove.

Chay Suede, Lucy Alves e Romulo Estrela na novela Travessia
Protagonistas de Travessia, a nova novela das nove (Foto: Divulgação)

Travessia está no ar desde 10 de outubro e derrubou todo o bom desempenho de Pantanal. Se observarmos detalhadamente os números de audiência, os dados estão em efeito cascata: só fazem cair a cada dia mais.

Parte disto tem sido pressionado pela rejeição que a novela vem enfrentando através dos internautas. Antes como coadjuvante, as redes sociais passaram a ter influência total nos resultados de programas televisivos.

Veja também – Relógio quebrado? Confira cinco vezes que a Globo errou feio no horário das novelas

Diante da quantidade de críticas negativas e os números aquém do esperado, qualquer resistência em reformulações está sendo ignorada. Agora, teria sido iniciada uma operação de salvamento total.

Para que possamos ter uma ideia do estrago que Travessia está se encaminhando, fora as críticas dos especialistas sobre os problemas no enredo, a novela está com índices equivalentes à Babilônia (2015), considerado um dos maiores fiascos recentes da Globo.

Contrariando diretor

A Globo está adotando todas as medidas possíveis para salvar Travessia e uma iniciativa estreou no capítulo desta segunda-feira, 14 de novembro. A novela passa a ter a partir de agora um congelamento nas cenas finais.

Veja também – Demitida por ser negra demais: Caso polêmico de atriz global virou destaque em jornal britânico

A primeira “congelada” de Travessia foi Cidália, personagem de Cássia Kis. Os congelamentos no final das novelas globais é comum, porém exceto naquelas produções dirigidas por Mauro Mendonça Filho.

Cidália foi “congelada” em edição de Travessia (Foto: Divulgação)

O diretor de Travessia já falou publicamente que não gosta deste efeito de congelamento. Na época em que dirigia O Outro Lado do Paraíso (2017), ele foi questionado por uma seguidora sobre o motivo de não fazer isto em suas novelas.

Não gosto de congelamento, simples assim. Quando as pessoas se ligam tanto em congelamento, é porque tem algo errado no que se move“, respondeu Mauro. A prova de que o diretor mantém a opinião é o fato de Travessia ter passado mais de um mês e meio sem congelar no encerramento dos capítulos.

Veja também – Arquivo mofado? Saiba cinco novelas clássicas que têm capítulos perdidos

Ironicamente, o que ele disse na época de O Outro Lado do Paraíso se aplica de maneira ideal à Travessia. Dando muitas voltas em suas tramas, histórias inexplicáveis e por muitas vezes enfadonhas, Perez ainda tem muito trabalho pela frente.

Está claro que o público ainda não desistiu de uma vez por todas de Travessia. Tanto é que, na semana retrasada, foi esboçada uma reação nos números. Entretanto, imediatamente na semana seguinte, os índices voltaram à registrarem queda. A situação é preocupante.

O problema está no conteúdo

Muitas questões são apresentadas ao longo das tramas de Travessia, porém são deixadas de lado ou pouco esclarecidas. Ao mesmo tempo que demonstra uma desorganização na ordem cronológica dos fatos, confunde completamente a cabeça de quem está sentado no sofá buscando simplesmente se entreter.

Chiara quer ir atrás de Moretti
Chiara está tendo destaque em Travessia (Foto: Reprodução)

Para entender Travessia do jeito que está, tem que estar muito bem concentrado e ligado no que aconteceu nos primeiros capítulos, ou estar disposto a ignorar certas mudanças abruptas nos rumos de alguns personagens.

Para quem acompanha detalhadamente, fica a impressão de que as estratégias estão “atirando para todo lado”, como forma de saber quais dos “tiros” finalmente dará certo. Diante da preocupação de inflar a história, muitos pontos sem nó foram colocados e o problema está sendo refletido na audiência.

Veja também – Esquecimento ou frustração? Veja cinco novelas que a Globo faz de conta que nunca existiu

Mas, Gloria Perez e sua equipe podem ficar tranquilos. Eles têm até maio para esboçar alguma reação com Travessia. Caso contrário, o fim antecipado da novela poderá ser providenciado a qualquer momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.